Meteorologia

  • 25 FEVEREIRO 2024
Tempo
14º
MIN 13º MÁX 18º

Bolsas europeias em baixa em início de semana marcada por decisões

As principais bolsas europeias estavam hoje em baixa, no início de uma semana que será marcada pelas reuniões de política monetária da Reserva Federal dos EUA (Fed), do Banco Central Europeu (BCE) e do Banco de Inglaterra.

Bolsas europeias em baixa em início de semana marcada por decisões
Notícias ao Minuto

09:29 - 11/12/23 por Lusa

Economia Mercado

Às 09h00 em Lisboa, o EuroStoxx 600 estava a descer 0,02% para 472,16 pontos.

As bolsas de Londres e Frankfurt baixavam 0,35% e 0,04%, bem como as de bolsas de Madrid e Milão, que se desvalorizavam 0,10% e 0,25%, respetivamente.

Paris era a exceção, já que avançava 0,19%.

Depois de abrir a descer, a Bolsa de Lisboa mantinha a tendência, estando às 09:00 o principal índice, o PSI, a recuar 0,42% para 6.539,54 pontos.

A bolsa de Wall Street fechou em alta na sexta-feira, na sequência da divulgação do relatório oficial do emprego nos EUA, que mostrou uma maior criação de postos de trabalho e uma descida do desemprego para 3,7%.

O Dow Jones terminou a subir 0,36% para 36.247,87 pontos, contra o máximo desde que foi criado em 1896, de 36.799,65 pontos, registado em 04 de janeiro de 2022.

O Nasdaq fechou também em alta, a avançar 0,45% para 14.403,97 pontos, contra o atual máximo, de 16.057,44 pontos, verificado em 16 de novembro de 2021.

De acordo com os analistas, a força do mercado de trabalho nos EUA sugere que o ciclo de taxas elevadas da Fed chegou ao fim.

As decisões da Fed serão anunciadas na quarta-feira, embora os dados do IPC dos EUA sejam divulgados no dia anterior, na terça-feira.

Na quinta-feira, será a vez do BCE e do Banco de Inglaterra.

Em ambos os casos, os especialistas esperam que as taxas de juro se mantenham inalteradas, pelo que a atenção do mercado estará centrada nas pistas que possam dar sobre a primeira descida das taxas.

Neste contexto, no mercado da dívida, os rendimentos das obrigações, que subiram na sexta-feira, estão hoje a ser negociados em baixa. O rendimento da obrigação alemã desceu para 2,271%.

Entretanto, segundo a XTB, "indicadores económicos continuam a dar sinais de alerta na China", depois de nesta madrugada, terem sido conhecidos dados sobre a inflação na China.

A inflação medida pelo IPC caiu de -0,2% para -0,5% em novembro, enquanto a inflação medida pelo IPP caiu de -2,6% para -3,0% em termos homólogos.

"Estes dados refletem a forte diminuição na atividade económica do país e o enfraquecimento no lado dos consumidores", afirma a XTB.

O barril de petróleo Brent para entrega em fevereiro de 2024 abriu hoje em baixa, a cotar-se a 76,34 dólares no Intercontinental Exchange Futures (ICE) de Londres, contra 75,84 dólares na sexta-feira.

A nível cambial, o euro abriu a desvalorizar-se no mercado de câmbios de Frankfurt, a cotar-se a 1,0762 dólares, contra 1,0763 dólares na sexta-feira e 1,0462 dólares em 03 de outubro, um mínimo desde dezembro de 2022.

Leia Também: Bolsas europeias negoceiam em território positivo

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório