Meteorologia

  • 26 FEVEREIRO 2024
Tempo
13º
MIN 10º MÁX 14º

Novo Banco converteu programa de obrigações hipotecárias em cobertas

O Novo Banco converteu o seu programa de obrigações hipotecárias em obrigações cobertas, no montante total de 10 mil milhões de euros, anunciou o banco, em comunicado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliárias (CMVM).

Novo Banco converteu programa de obrigações hipotecárias em cobertas
Notícias ao Minuto

08:49 - 02/12/23 por Lusa

Economia Novo Banco

Na nota, a instituição indicou que esta operação, realizada na sequência da entrada em vigor do novo regime jurídico das obrigações cobertas, foi aprovada pela CMVM e consiste na "conversão do seu programa existente de obrigações hipotecárias para um programa de obrigações cobertas", no montante total de 10 mil milhões de euros.

De acordo com o Novo Banco, "esta autorização foi precedida da aprovação, em sede de assembleia geral de obrigacionistas titulares das obrigações hipotecárias emitidas pelo Novo Banco" da proposta "de modificação dos termos e condições das obrigações de forma a refletir as alterações legalmente impostas por força da então contemplada conversão do programa nos termos do regime jurídico das obrigações cobertas".

O decreto-lei que criou o regime jurídico das obrigações cobertas, transpondo a diretiva comunitária que harmoniza os requisitos da emissão e da supervisão destas obrigações foi publicado em Diário da República em maio de 2022, tendo entrado em vigor em julho desse ano.

Este novo regime vem substituir a legislação que regulava as obrigações hipotecárias e do setor público, "simplificando" o enquadramento e "optando por uma tipologia única de obrigação, independentemente do ativo de cobertura", lê-se no diploma.

Segundo o diploma, as características das obrigações cobertas dão-lhes "um importante estatuto de fonte de financiamento estável para as instituições de crédito", sendo que os titulares das obrigações cobertas e as contrapartes dos contratos de derivados integrados na garantia global "dispõem de um duplo recurso que lhes confere um crédito privilegiado sobre o capital e quaisquer juros vencidos ou vincendos referente aos ativos de cobertura e, simultaneamente, um crédito comum sobre o restante património da massa insolvente da entidade emitente".

As obrigações cobertas são títulos de dívida garantidos por um conjunto de ativos.

Leia Também: Santander Totta corrigiu cálculos de reformas de ex-bancários

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório