Meteorologia

  • 25 FEVEREIRO 2024
Tempo
14º
MIN 13º MÁX 18º

Economia espanhola cresceu 0,5% no segundo semestre

A economia espanhola cresceu 0,5% no segundo trimestre deste ano, comparando com os três meses anteriores, anunciou hoje o Instituo Nacional de Estatística de Espanha (INE).

Economia espanhola cresceu 0,5% no segundo semestre
Notícias ao Minuto

08:51 - 22/09/23 por Lusa

Economia PIB

Este crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) entre abril e junho é uma décima inferior ao do trimestre anterior (janeiro a março), que tinha sido 0,6%.

Comparando com o mesmo período de 2022, o PIB de Espanha aumentou 2,2%.

Os dados divulgados hoje pelo INE de Espanha melhoraram as taxas de crescimento da economia que o próprio instituto tinha estimado no final de julho para o segundo trimestre do ano.

As estimativas iniciais do INE eram de um crescimento de 0,4% comparando com o trimestre anterior e de 1,8% na comparação com os mesmos meses de 2022.

Segundo o INE, o crescimento da economia espanhola entre abril e junho apoiou-se na procura interna (consumo das famílias e investimento).

O consumo das famílias aumentou 0,9% no segundo trimestre, um crescimento maior do que o registado de janeiro a março, enquanto as exportações caíram 3,2%.

A economia espanhola cresceu 5,8% no ano passado, segundo dados do INE atualizados esta semana, que melhoraram em três décimas a taxa que tinha revelado anteriormente.

A Comissão Europeia reviu em alta, na semana passada, a previsão de crescimento do PIB de Espanha para 2,2% em 2023, mais 0,3 pontos percentuais do que na primavera.

Para 2024, Bruxelas prevê que o crescimento do PIB modere para 1,9%, menos 0,1 pontos percentuais do que o projetado na primavera, uma vez que o abrandamento da atividade económica prevista para o final do ano deverá prolongar-se, pelo menos, até ao primeiro semestre.

A expansão económica deverá ser mais moderada no segundo semestre de 2023 devido ao enfraquecimento do ímpeto do setor do turismo, a uma atividade mais fraca nos principais parceiros comerciais, ao impacto de condições de financiamento mais restritas e a uma menor dinâmica do mercado de trabalho.

Já o Banco de Espanha manteve, esta semana, a previsão do crescimento da economia do país para este ano em 2,3%.

No entanto, diminuiu para 1,8% a estimativa de crescimento para 2024 (a anterior era de 2,2%).

Leia Também: Investimento em imobiliário comercial cresce 17% no 1.º semestre

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório