Meteorologia

  • 21 FEVEREIRO 2024
Tempo
14º
MIN 10º MÁX 20º

SAD do Sporting de Braga com um resultado positivo de 20 milhões de euros

A Sociedade Anónima Desportiva (SAD) do Sporting de Braga, da I Liga portuguesa de futebol, anunciou hoje um resultado líquido positivo de 20,377 milhões de euros para o exercício 2022/23, em franco crescimento face ao anterior.

SAD do Sporting de Braga com um resultado positivo de 20 milhões de euros
Notícias ao Minuto

20:56 - 21/09/23 por Lusa

Economia Sporting de Braga

Em 2021/2022, os números dos bracarenses tinham sido de 3,1 milhões de euros (ME), com a melhoria a ser explicada, em grande parte, pela venda dos direitos desportivos de David Carmo e Vitinha, dois jogadores da formação do clube.

O EBITDA chegou aos 27,779 milhões de euros, sendo que este indicador, bem como o dos resultados líquidos, corresponde aos segundos mais elevados da história da SAD arsenalista.

Quanto ao total de rendimentos, aproximadamente de 78 milhões de euros, é mesmo o mais elevado de sempre.

Os rendimentos operacionais (excluindo operações com direitos de atletas) atingiram os 27,380 milhões de euros, com um valor recorde em segmentos de atividade como corporate, merchandising e publicidade.

Com grande peso neste campo estão as operações com direitos de jogadores, que ascenderam a 49,821 milhões de euros, essencialmente resultantes das vendas dos atletas da formação David Carmo e Vitinha, que foram, respetivamente, a cifra mais elevada praticada na transferência de um atleta profissional entre duas equipas portuguesas e a venda (e mais-valia) de maior valor alguma vez atingida pela Braga SAD desde a sua fundação.

Quanto aos gastos operacionais, ascenderam a 45,201 milhões de euros, o que é explicado pelo crescimento das rubricas de fornecimentos e serviços externos, onerados substancialmente pela inflação, e pela normalização dos segmentos que foram afetados pelas limitações devido à covid-19.

O ativo da SAD é agora de 118,623 milhões de euros, mais 30% do que na temporada anterior. Aqui, pesa o investimento efetuado na Cidade Desportiva, os valores a haver de terceiros (sobretudo de venda de direitos) e o valor do plantel.

O passivo sobe 14%, para 55,960 milhões de euros, devendo ser enquadrado, segundo a SAD bracarense, no contexto de investimento de reforço da equipa, nomeadamente com Joe Mendes, Serdar Saatci, Sikou Niakaté, Simon Banza e Victor Gomez (9,800 milhões de euros), e ainda pelas obras na Cidade Desportiva e Mini-Estádio (11,245 milhões de euros).

A Braga SAD concluiu a temporada 2022/23 com capitais próprios positivos de 62,663 milhões de euros, o que corresponde ao montante mais elevado de sempre e é superior ao respetivo passivo, cenário que lhe garante uma autonomia financeira de 53%.

Leia Também: Matheus deixa 'aviso' a Roberto Martínez: "Espero poder ser chamado..."

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório