Meteorologia

  • 18 JULHO 2024
Tempo
31º
MIN 17º MÁX 33º

Teodora Cardoso. CFP destaca contributo para independência da instituição

O Conselho das Finanças Públicas (CFP) lamentou a morte da economista e sua primeira presidente Teodora Cardoso, falecida hoje aos 81 anos em Lisboa, destacando o seu contributo em prol da independência da instituição.

Teodora Cardoso. CFP destaca contributo para independência da instituição
Notícias ao Minuto

21:27 - 09/09/23 por Lusa

Economia Conselho das Finanças Públicas

Numa nota de condolências, publicada na sua página na Internet, a organização "manifesta o seu mais profundo pesar" pela morte de Teodora Cardoso, a "sua primeira distinta presidente" entre 2012 e 2019.

Lembra que a economista esteve na "génese do CFP ao integrar, em 2011, o grupo de trabalho criado para elaborar os estatutos desta instituição", que nasceu na sequência do programa de ajustamento financeiro de Portugal (2011-2014).

"Teodora Cardoso desempenhou ao longo da sua vida profissional um papel determinante no estudo, acompanhamento e defesa da economia portuguesa no trabalho desenvolvido na Fundação Calouste Gulbenkian, no Banco de Portugal e no Conselho das Finanças Públicas (CFP), bem como em inúmeras intervenções públicas", assinala a nota.

"Por todo o trabalho que desenvolveu ao longo da sua vida, o CFP manifesta o seu apreço e gratidão prestando homenagem à mulher e economista que muito marcou e contribuiu para afirmar a independência desta instituição", acrescenta a nota.

Teodora Cardoso morreu hoje em Lisboa aos 81 anos, disse à Lusa fonte do Banco de Portugal.

Nascida em Estremoz, licenciada em Economia pelo Instituto Superior de Economia, Teodora Cardoso desenvolveu grande parte da sua carreira no Banco de Portugal, encontrando-se reformada atualmente.

Leia Também: Morreu a economista Teodora Cardoso

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório