Meteorologia

  • 17 ABRIL 2024
Tempo
23º
MIN 14º MÁX 28º

Angola. Crédito bruto ao setor não financeiro atingiu 5,9 mil milhões

O crédito ao setor não financeiro atingiu, em junho, 5,5 biliões de kwanzas (5,9 mil milhões de euros), 709 mil milhões de kwanzas (764,7 milhões de euros) a mais que o período homólogo, informou o banco central angolano.

Angola. Crédito bruto ao setor não financeiro atingiu 5,9 mil milhões
Notícias ao Minuto

19:49 - 21/07/23 por Lusa

Economia Angola

De acordo com a Informação Estatística sobre o Crédito em junho do Banco Nacional de Angola, 89,66% do crédito bruto representa o endividamento do setor privado, nomeadamente empresas privadas e particulares e 10,34% refere-se a administração pública e empresas públicas.

No período em análise, o endividamento do setor público não financeiro totalizou pouco mais de 569 mil milhões de kwanzas (613,7 milhões de euros), dos quais 46,00% referentes a administração pública e 54% às empresas publicas, representando um crescimento, comparativamente ao período homólogo, de 170,5 mil milhões de kwanzas (183,9 milhões de euros).

No que se refere ao endividamento do setor privado, a nota do BNA adianta que registou um aumento de 539,2 mil milhões de kwanzas (581,6 milhões de euros), ao passar de 4,39 biliões de kwanzas (4,7 mil milhões de euros) em junho de 2022, para 4,93 biliões de kwanzas (5,3 mil milhões de euros) em junho deste ano.

"Sendo que o endividamento das empresas privadas não financeiras era correspondente a 3,77 biliões de kwanzas (3,9 mil milhões de euros), com um aumento de 255,28 mil milhões de kwanzas (275,2 milhões de euros) e o endividamento dos particulares correspondia a 1,16 biliões de kwanzas (1,2 mil milhões de euros), com um aumento de 283,92 mil milhões de kwanzas (306,2 milhões de euros)", refere o documento.

Relativamente ao setor real, a estatística do BNA indica que em junho passado, o crédito bruto ao setor não financeiro alocado à economia real somou 1,34 biliões de kwanzas (1,4 mil milhões de euros), representando 23,27% sobre o crédito total bruto do setor bancário.

Comparativamente ao período homólogo registou-se um aumento de 36,41% correspondente ao valor de 357,8 mil milhões de kwanzas (385,9 milhões de euros).

Já o crédito bruto concedido no âmbito dos Avisos do BNA do fomento ao setor real atingiu os 929,8 mil milhões de kwanzas (mil milhões de euros), o que correspondia a 69,35% do total de crédito ao setor real, superior ao período homólogo em 264,66 mil milhões de kwanzas (285,4 milhões de euros).

O setor da indústria transformadora vem à frente nas concessões de crédito à economia real 605,46 mil milhões de kwanzas (653,1 milhões de euros), seguindo-se a indústria extrativa com 371 mil milhões de kwanzas (400,1 milhões de euros) e a agricultura, produção animal, caça, floresta e pesca, com 364 mil milhões de kwanzas (392,6 milhões de euros).

Sobre o crédito à habitação concedido aos particulares, a estatística informa que totalizou 248,57 mil milhões de kwanzas (268,1 milhões de euros), dos quais 52,77 mil milhões de kwanzas (56,9 milhões de euros) foram concedidos ao abrigo do Aviso nº 09/2022, de 06 de abril uma representatividade de 21,23% sobre o montante total.

Leia Também: Botsuana oferece 8 mil elefantes a Angola para repovoar parques nacionais

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório