Meteorologia

  • 01 JUNHO 2023
Tempo
16º
MIN 14º MÁX 27º

Exportações de bens: Empresas estimam aumento de 1,1%

Dados foram divulgados esta terça-feira pelo INE.

Exportações de bens: Empresas estimam aumento de 1,1%
Notícias ao Minuto

11:03 - 07/02/23 por Notícias ao Minuto

Economia Exportações

As empresas perspetivam um aumento nominal de 1,1% nas exportações de bens em 2023, de acordo com os dados divulgados esta terça-feira pelo Instituto Nacional de Estatística (INE). 

"As empresas perspetivam um acréscimo nominal de 1,1% nas suas exportações de bens em 2023, face ao ano anterior. De acordo com as expetativas das empresas, este aumento é sustentado na previsão de acréscimo das exportações para os mercados Intra-UE (+1,7%), dado que preveem uma diminuição de 0,3% para os países Extra-UE", pode ler-se no relatório do INE. 

Por Grandes Categorias Económicas (CGCE), destacam-se as máquinas, outros bens de capital (exceto o material de transporte) e seus acessórios com o maior acréscimo esperado das exportações em 2023 (+8,2%) e os fornecimentos industriais não especificados noutra categoria, com um decréscimo previsto de 1,1%.

"Os resultados do Inquérito sobre Perspetivas de Exportação de Bens (IPEB), na medida em que se baseiam em perspetivas de crescimento, devem ser encarados como indicando tendências condicionais à informação disponível pelas empresas no período de resposta. Assim, as perspetivas das empresas quanto às suas exportações de bens para 2023 poderão também refletir, em elevado grau, a incerteza quanto aos desenvolvimentos do enquadramento internacional, com impactos inesperados na procura e nos preços", pode ler-se no relatório do INE. 

Leia Também: Taxas Euribor sobem e a 3 e 6 meses para máximos de mais de 14 anos

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sétimo ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório