Meteorologia

  • 25 MARçO 2023
Tempo
20º
MIN 10º MÁX 21º

Contratação de pessoas com deficiência: ACT recorda que há novas regras

Fique a par das alterações.

Contratação de pessoas com deficiência: ACT recorda que há novas regras
Notícias ao Minuto

08:59 - 02/02/23 por Notícias ao Minuto

Economia Trabalho

A Autoridade para as Condições do Trabalho (ACT) lembrou, na quarta-feira, que terminou no final de janeiro o período de transição para o cumprimento das quotas de admissão de trabalhadores com deficiência. Significa isto que há agora novas regras a cumprir por parte das empresas. 

Significa isto que, agora, as empresas com mais de 100 trabalhadores terão que cumprir com a percentagem de contratação de trabalhadores com deficiência de acordo com a sua dimensão:

  • As empresas com mais de 250 trabalhadores ou mais terão de admitir pelo menos 2% de trabalhadores com deficiência;
  • As empresas com 100 a 249 trabalhadores terão de admitir pelo menos 1% de trabalhadores com deficiência. 

A ACT sublinha, porém, que "no caso das entidades empregadoras com um número de trabalhadores entre 75 e 100, a obrigação só se aplica a partir do dia 1 de fevereiro de 2024".

Recorda ainda a ACT que a lei "estabelece o sistema de quotas de emprego para pessoas com deficiência, com um grau de incapacidade igual ou superior a 60%, visando a sua integração no mercado de trabalho, através de recrutamento e admissão ao trabalho em entidades empregadoras do setor privado, bem como em organismos do setor público que não sejam abrangidos pelo Decreto-Lei n.º 29/2001, de 3 de fevereiro".

Leia Também: Hoje é notícia: PSP escreve a MAI; Fim de exames cria discórdia?

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sétimo ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório