Meteorologia

  • 23 ABRIL 2024
Tempo
14º
MIN 13º MÁX 24º

Greve na CP e IP obrigou à supressão de 447 comboios

A greve na CP -- Comboios de Portugal e na Infraestruturas de Portugal (IP) provocou a supressão de 447 comboios entre as 00h00 e as 18h00 de hoje, tendo circulado 138, segundo fonte da operadora ferroviária.

Greve na CP e IP obrigou à supressão de 447 comboios
Notícias ao Minuto

19:47 - 25/12/22 por Lusa

Economia Greve

Uma plataforma de vários sindicatos que representam os trabalhadores da CP e da IP convocou uma greve à prestação de todo o trabalho suplementar entre as 00h00 horas do dia 24 de dezembro e as 24h00 horas do dia 2 de janeiro de 2023, "designadamente em dia de descanso semanal ou em feriado oficial".

Fonte oficial da CP indicou à Lusa que até às 18h00 de hoje, dia de Natal, foram cumpridos os serviços mínimos previstos, circulando 138 comboios, sendo que "o total programado até às 18h00 era de 585", não se tendo realizado 447.

A plataforma convocou ainda greves de 24 horas para os dias 23 e 26 de dezembro, exigindo um prémio financeiro, a atualização do subsídio de alimentação e o fim da discriminação entre trabalhadores, segundo a nota dos sindicatos.

Foram definidos serviços mínimos de 25% dos comboios, nos dias 23 e 26 de dezembro e para os feriados de dia 25 de dezembro e 01 de janeiro de 2023.

A plataforma que convocou a greve inclui a ASCEF - Associação Sindical das Chefias Intermédias de Exploração Ferroviária, a ASSIFECO - Associação Sindical Independente, o FENTCOP - Sindicato Nacional dos Transportes, Comunicações e Obras Públicas, o SINDEFER - Sindicato Nacional Democrático da Ferrovia, o SINFA - Sindicato Independente dos Trabalhadores Ferroviários de Infraestruturas e Afins, o SINFB - Sindicato Independente Nacional dos Ferroviários, o SIOFA - Sindicato Independente dos Operacionais e Afins e o STF - Sindicato dos Transportes Ferroviários.

A greve de 24 horas convocada pelos trabalhadores da CP e da IP suprimiu, no dia 23 de dezembro, 728 comboios entre as 00h00 e as 18h00, tendo circulado 241 comboios, segundo a CP.

A CP colocou na quinta-feira uma nota na sua página da internet a alertar para a previsão de "perturbações na circulação de comboios, a nível nacional", "com possível impacto nos dias anteriores e seguintes aos períodos de greve", lamentando ainda os transtornos causados.

Os clientes que já tinham comprado bilhetes para comboios cancelados podem pedir o reembolso total do valor, até 10 dias após terminada a greve, ou a revalidação gratuita para outro comboio da mesma categoria.

Os trabalhadores da CP e IP também realizaram uma greve em 30 de novembro, que levou ao cancelamento de centenas de comboios.

Leia Também: PCP diz que aumento das portagens é "completamente injustificado"

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório