Meteorologia

  • 07 JULHO 2022
Tempo
38º
MIN 21º MÁX 38º

Greve suprimiu 70% dos comboios programados no Porto até às 10h00

A greve parcial convocada hoje pelo Sindicato Ferroviário da Revisão Comercial Itinerante (SFRCI) suprimiu, até às 10:00, cerca de 70% dos comboios programados, disse hoje à Lusa fonte da CP - Comboios de Portugal, números entretanto contestados pelo sindicato.

Greve suprimiu 70% dos comboios programados no Porto até às 10h00
Notícias ao Minuto

11:17 - 23/05/22 por Lusa

Economia CP

"Foram suprimidos 61 comboios, 70% dos comboios programados, que eram 87", indicou a mesma fonte, referindo-se ao período entre a meia-noite e as 10:00 de hoje.

Contactado pela Lusa, o dirigente do SFRCI no Porto, António Lemos, contestou os números avançados pela transportadora, considerando que "não faz sentido" ir buscar números desde a meia-noite de hoje.

"A greve começou às 05:00, e comboios até às 05:00, aqueles que são da noite, efetuaram-se e não faziam parte da greve", disse à Lusa.

O sindicalista adiantou ainda que após as 08:30, hora prevista para o fim da paralisação, o serviço já está a ser retomado gradualmente, mas ainda sem a regularidade prevista nos horários, "por causa da recolocação dos trabalhadores" para efetuarem os comboios.

Na sexta-feira, a CP alertou para possíveis perturbações nos urbanos do Porto na manhã de hoje, devido a uma greve parcial sem serviços mínimos, de acordo com um comunicado.

O SFRCI anunciou na quinta-feira duas novas greves parciais nas zonas urbanas de Porto e Lisboa neste mês, reivindicando melhorias salariais.

A greve parcial na zona urbana do Porto decorreu hoje entre as 05:00 e as 08:30, enquanto a da zona urbana de Lisboa está prevista para o dia 27, entre as 17:00 e as 21:00, foi anunciado pela direção do sindicato, em comunicado.

O sindicato, que na CP representa a maioria dos trabalhadores do serviço comercial e transporte (revisores, trabalhadores das bilheteiras e as suas chefias diretas), considerou que o aumento de 0,9% da tabela salarial não é "um valor aceitável" face a contínua perda de poder de compra, "algo que já acontece desde 2019".

Os trabalhadores da CP fizeram em 16 de maio uma greve de 24 horas, para reivindicar aumentos salariais de 90 euros para todos os trabalhadores.

Leia Também: Há greve da CP no Porto. Podem haver "perturbações" até às 12h00

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório