Meteorologia

  • 08 AGOSTO 2022
Tempo
26º
MIN 16º MÁX 28º

Brasil reduz dívida pública para 78,5% do PIB

O Brasil reduziu a sua dívida pública em 0,8 pontos percentuais em março em relação a fevereiro, para 78,5% do Produto Interno Bruto, (PIB) e o défice para 3,15%, informou hoje o Banco Central.

Brasil reduz dívida pública para 78,5% do PIB
Notícias ao Minuto

23:57 - 16/05/22 por Lusa

Economia Brasil

A maior economia da América Latina seguiu uma tendência de ajustamento fiscal no primeiro trimestre de 2022, após ter atingido níveis recorde de dívida, acima de 90% do PIB, e um défice próximo dos 14% em 2020, em resultado da pandemia.

A dívida pública já encerrou 2021 a 80,3% e situa-se agora em 78,5%, após três meses de quedas sucessivas.

Por outro lado, o défice público nominal, que inclui o resultado do setor público primário e o pagamento de juros da dívida, caiu 0,24 pontos percentuais entre fevereiro e março, na comparação anual, para 3,15% do PIB.

Isto foi possível graças ao facto do Brasil ter registado um excedente primário em março, que inclui as contas dos governos federal, regional e municipal e algumas empresas públicas, mas excluindo juros, de 4,3 mil milhões de reais (cerca de 800 milhões de euros).

Os dados fiscais de março foram divulgados hoje devido a uma greve dos funcionários do Banco Central que está a atrasar a divulgação de algumas das estatísticas macroeconómicas do país.

A economia brasileira está a registar uma ligeira recuperação económica depois de ter caído 3,9% em 2020 e de ter recuperado 4,6% em 2021.

Para este ano, o mercado financeiro prevê um crescimento de 0,70%, pesando a inflação elevada, a subida das taxas de juro e o cenário internacional instável.

Leia Também: Brasil. Homem rouba carro com bebé de três meses no interior

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório