Meteorologia

  • 25 JUNHO 2022
Tempo
18º
MIN 16º MÁX 23º

Madeira registou mais de 647 mil dormidas em março

Os estabelecimentos de alojamento turístico da Madeira registaram, em março, mais de 647 mil dormidas, o que representa um aumento 667,9% em comparação com o mesmo mês de 2021, informou hoje o Governo Regional

Madeira registou mais de 647 mil dormidas em março

Em março de 2022, "os principais indicadores da atividade turística na região registaram crescimentos bastantes expressivos, com os proveitos acima do valor pré-pandémico", lê-se na análise divulgada pela Direção Regional de Estatística da Madeira (DREM).

No documento é destacado que as estimativas "revelam que 81,8% dos estabelecimentos do alojamento turístico da Madeira registaram movimento de hóspedes (91,7% da capacidade do alojamento turístico total) neste mês".

Na hotelaria, este indicativo foi de 88,9%, seguindo-se o turismo rural (82,3%) e o alojamento local (81,3%).

No mês em análise, "estimou-se um total de 647,4 mil dormidas no alojamento turístico, traduzindo um acréscimo bastante expressivo, de 667,9%, em comparação com o mês homólogo (84,3 mil dormidas em março de 2021)", salienta a DREM.

Em termos de proveitos totais e os de aposentos, "apresentaram crescimentos homólogos ainda mais significativos, de 898,9% e 1000%, respetivamente", refere.

O mercado britânico foi o que mais gerou dormidas, com uma variação homóloga de 2 396,2%. Em segundo lugar surge o alemão (+1094,8%), seguido do francês (+571,1%).

No mercado nacional, as dormidas também registaram um aumento face a março de 2021 (+208,9%).

O RevPAR (proveitos de aposento por quarto disponível) rondou os 45,74 euros no conjunto do alojamento turístico (excluindo o alojamento local abaixo das 10 camas), o que representa mais 409,6% do que no mesmo mês do ano precedente. Comparativamente ao valor de março de 2019 (42,88 euros), verifica-se um acréscimo de 6,7%.

Quanto ao turismo de cruzeiro, a Madeira registou cerca de 94,9 mil passageiros em trânsito, nos 95 navios que aportaram na região, no primeiro trimestre deste ano.

"No ano transato não se verificaram escalas neste período. Importa realçar que se compararmos o período em estudo com o 1.º trimestre de 2019 (período pré-pandemia), o número de navios que atracaram nos portos da Madeira cresceu 3,3% (mais três navios), variação contrária ao número de passageiros em trânsito, que foi de -54,5%", aponta.

Leia Também: Turismo continuou a crescer em março, mas ainda abaixo do pré-pandemia

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório