Meteorologia

  • 16 MAIO 2022
Tempo
18º
MIN 17º MÁX 22º

Delegação argentina vai reunir-se com FMI sobre a dívida

Uma delegação do Ministério da Economia e do Banco Central da Argentina deslocar-se-á a Washington no sábado para continuar as negociações com o FMI sobre a dívida de 44 mil milhões de dólares do país ao organismo.

Delegação argentina vai reunir-se com FMI sobre a dívida
Notícias ao Minuto

01:57 - 03/12/21 por Lusa

Economia Argentina

"Estas reuniões estão a ser realizadas no âmbito de uma negociação, para continuar a trabalhar para um acordo, que todos esperamos que seja alcançado em breve", disse na quinta-feira a porta-voz presidencial argentina Gabriela Cerruti.

A delegação argentina reunir-se-á a partir deste fim de semana com uma equipa do Fundo Monetário Internacional liderada por Julie Kozack, vice-diretora do Departamento do Hemisfério Ocidental, e Luis Cubeddu, chefe de missão da Argentina, "para aprofundar as discussões técnicas para um programa (económico) apoiado pelo FMI", disse uma porta-voz do Fundo.

Em declarações a um grupo de industriais, o Presidente argentino, Alberto Fernandez, disse quinta-feira que tinham sido feitos progressos nas conversações com o FMI.

"Estamos a fazer progressos na construção de acordos com o FMI, a fim de chegar a um acordo nesta base", disse o presidente.

O Governo de centro-esquerda de Alberto Fernandez está em negociações com o FMI há dois anos sobre o pagamento da sua dívida de 44 mil milhões de dólares, contraída em 2018 sob o Governo do ex-presidente de centro-direita Mauricio Macri.

O país pagou uma prestação de 1,9 mil milhões de dólares em setembro, e outra de 1,9 mil milhões de dólares deve ser paga a 18 de Dezembro, que o Governo disse novamente esta semana que pretende pagar.

Mas entre o pagamento do capital e dos juros, a Argentina enfrentará a priori vencimentos insustentáveis de 19,3 mil milhões de dólares em 2022 e 19,5 mil milhões em 2023.

Neste contexto, o Governo está a procurar facilidades de pagamento em troca de reformas económicas que seriam aprovadas pelo FMI. O Governo deverá apresentar um programa económico plurianual ao Parlamento em Dezembro, que incorporará acordos acordados nos últimos dois anos de discussões com o Fundo.

Leia Também: Riscos no setor imobiliário da China? "Podem ser contidos", afirma FMI

Notícias ao Minuto nomeado para os Prémios Marketeer

O Notícias ao Minuto é um dos nomeados da edição de 2022 dos Prémios Marketeer, na categoria de Digital Media. As votações decorrem até ao próximo dia 31 de maio.

Para nos ajudar a vencer, basta aceder ao site da iniciativa organizada pela revista Marketeer, clicando aqui, e proceder ao preenchimento do formulário, selecionando Notícias ao Minuto na categoria de Digital Media e formalizando depois a votação. Obrigada pela sua preferência!

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório