Meteorologia

  • 09 DEZEMBRO 2021
Tempo
13º
MIN 11º MÁX 17º

Edição

Banco central de Angola só deve descer taxa de juro em 2022

A consultora Fitch Solutions considerou hoje que o Banco Nacional de Angola (BNA) deverá manter as taxa de juro este ano, devendo baixar os juros de referência em 200 pontos base até final do próximo ano.

Banco central de Angola só deve descer taxa de juro em 2022
Notícias ao Minuto

16:45 - 18/10/21 por Lusa

Economia Consultora

"O Banco Nacional de Angola manteve a sua taxa de juro de referência nos 20% na reunião de setembro do comité de política monetária, o que reflete um equilíbrio entre os riscos à inflação e as perspetivas de crescimento económico, por isso antevemos que o BNA mantenha a taxa até final do ano, e depois corte a taxa de juro em 200 pontos base até final de 202", lê-se num comentário à reunião.

Na nota, enviada aos clientes e a que a Lusa teve acesso, estes analistas da consultora Fitch Solutions, detida pelos mesmos donos da agência de notação financeira Fitch Ratings, escrevem que o BNA deve continuar a considerar que os riscos de inflação estão equilibrados face à perspetiva de evolução da economia.

"Prevemos que o banco central corte a taxa de juro para 18% em 2022, quando a inflação abrandar, sustentada por um kwanza mais forte, o que dará algum estímulo de política monetária à economia, em recessão desde 2016", concluem os analistas.

A inflação em setembro em Angola subiu de 26,1% em agosto face ao mesmo mês do ano anterior, para 26,5% em setembro, face a setembro de 2020.

Leia Também: Centro português da cooperação em Angola abre concurso

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório