Meteorologia

  • 18 SETEMBRO 2021
Tempo
18º
MIN 17º MÁX 24º

Edição

Morreu o presidente da Eletricidade da Madeira de doença prolongada

O presidente do conselho de administração da Eletricidade da Madeira (EEM), Rui Rebelo, morreu hoje vítima de doença prolongada, no Hospital Dr. Nélio Mendonça, no Funchal, disse fonte do Governo Regional.

Morreu o presidente da Eletricidade da Madeira de doença prolongada
Notícias ao Minuto

13:58 - 29/07/21 por Lusa

Economia Rui Rebelo

O responsável da EEM havia sido substituído nas funções no início de julho por Francisco Tabuada, tendo sido na altura anunciado que era uma alteração "temporária".

Rui Alberto Faria Rebelo era economista de profissão e estava ligado à Eletricidade da Madeira há cerca de três décadas.

"A vice-presidência lamenta informar o falecimento do Doutor Rui Rebelo, presidente da Empresa de Eletricidade da Madeira", lê-se na nota de pesar emitida por este departamento do Governo da Madeira, que tem a tutela da empresa.

No documento, acrescenta que "o Governo Regional perdeu hoje um dos seus mais capazes profissionais e a Madeira perdeu uma pessoa à qual muito deve, sobretudo pelo serviço desenvolvido em prol de uma maior notoriedade da região, da sua identidade e autonomia".

A vice-presidência destaca "o empenho e competência que permanentemente mostrou pela causa pública, mas também pela sua bondade e integridade" e aponta que, "ao longo dos seus vários anos na vida pública, distinguiu-se pelas suas excecionais qualidades pessoais e humanas".

Foi "um extraordinário amigo para todas as horas e em todos os lugares, mantinha com todos os que conhecia e trabalhava uma relação de muita proximidade e respeito", vinca.

Também numa nota de pesar, a presidência do Governo Regional da Madeira recorda o percurso do administrador da empresa, lembrando que " esteve mais de trinta anos na administração dos destinos da EEM, primeiro como vogal do conselho de administração e depois como presidente do mesmo".

"Nesta hora de profunda tristeza, é da mais elementar justiça recordar e agradecer o enorme contributo de Rui Rebelo para a consolidação e desenvolvimento da Empresa de Eletricidade da Madeira, acompanhando os novos desenvolvimentos tecnológicos e transportando a EEM para a vanguarda do setor", lê-se no documento.

O executivo madeirense liderado por Miguel Albuquerque ainda salienta que "foi sob a sua gestão que se lançaram alguns dos mais emblemáticos investimentos na área hidroelétrica, como é o caso da ampliação do sistema de aproveitamento hidroelétrico da Calheta".

O Governo Regional sublinha que Rui Rebelo "foi um gestor sagaz e capaz, mas que soube aliar a sustentabilidade da empresa que liderou aos interesses da causa pública, salvaguardando a população madeirense e porto-santense em todas as decisões que tomou".

"É este ilustre madeirense e este grande Homem da Igreja madeirense que o Governo Regional e o seu presidente pretendem homenagear, também na hora da sua morte, sublinhando a sua gratidão para com os relevantes serviços prestados em nome da nossa região".

O presidente da Assembleia Legislativa da Madeira, José Manuel Rodrigues, manifestou igualmente o seu "profundo pesar" pela morte do presidente do Conselho de Administração da Empresa de Eletricidade da Madeira.

Numa nota distribuída, José Manuel Rodrigues enfatiza que Rui Rebelo teve uma "vida dedicada" à EEM e que "foi uma pessoa trabalhadora e empenhada no progresso e desenvolvimento da região".

"A Madeira perdeu um grande gestor e um grande profissional, que contribuiu, claramente, para o incremento das energias renováveis na Região Autónoma", sustenta.

Leia Também: Morreu Bento Leitão, médico do Benfica

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório