Meteorologia

  • 27 SETEMBRO 2021
Tempo
25º
MIN 14º MÁX 26º

Edição

Comissão de trabalhadores acusa administração da Galp de gestão "errada"

A Comissão Central de Trabalhadores (CCT) da Petrogal, em comunicado, acusa a administração da Galp de gestão "errada" que continuamente "arrasta a empresa para o fundo", e revela "profunda apreensão" face à saída de administradores, responsáveis por despedimentos.

Comissão de trabalhadores acusa administração da Galp de gestão "errada"
Notícias ao Minuto

12:39 - 26/07/21 por Lusa

Economia Galp

A reação da CTT da empresa do grupo Galp Energia surge na sequência da saída de Sofia Tenreiro, Susana Quintana-Plaza e Carlos Silva, que renunciaram aos cargos na administração da petrolífera portuguesa -- depois de, no início deste ano, ter mudado o presidente executivo (CEO), Carlos Gomes da Silva, que foi substituído por Andy Brown --, e da entrada para a administração e Comissão Executiva --- que passa a ter cinco membros --- de Teresa Abecasis, que transita da direção de Pessoas para substituir Sofia Tenreiro no cargo de COO (responsável de operações) comercial da Galp.

"As últimas alterações na Comissão Executiva suscitam uma profunda apreensão pela CCT quanto ao futuro da empresa e do grupo", afirma a estrutura, lembrando que duas das administradoras demissionárias "não aqueceram o lugar, mas particularmente uma delas deixou nas áreas comerciais uma marca de despedimentos e saída de trabalhadores sem precedentes".

A CTT considera que a saída da administradora mostra o "nível de comprometimento e irresponsabilidade de quem assumiu um cargo de tamanha importância" e refere que a sucessora participou e assumiu "todos" os processos de despedimento.

"O facto de as duas administradoras deterem os pelouros assumidos como vanguarda para o futuro do grupo relembra o ditado que os ratos são aqueles que primeiro abandonam o navio", acrescenta, defendendo que a saída dos três administradores, um mês após a apresentação do plano estratégico, "mostra uma desorientação e falta de capacidade do grupo Amorim quanto à definição de uma linha de futuro diferente da destruição da empresa".

A CTT considera que a defesa da Galp e trabalhadores "coincide" com o interesse público e insiste numa intervenção do Governo que assegure o fim dos despedimentos, a "reversão imediata" do encerramento da refinaria do Porto e a concretização de investimentos na refinaria de Sines.

A Comissão Executiva da Galp é composta por Andy Brown, Filipe Silva (CFO -- 'chief finnancial officer' [responsável com pelouro financeiro]), Carlos Costa Pina (COO 'corporate office'), Teresa Abecassis e Thore E. Kristiansen (COO 'production & operations').

Leia Também: Passageiros dos voos domésticos em Cabo Verde em maio em mínimos

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório