Meteorologia

  • 24 JULHO 2021
Tempo
19º
MIN 16º MÁX 26º

Edição

Wall Street prossegue subida com otimismo a impor-se ao desemprego

A bolsa nova-iorquina encerrou hoje em alta pela terceira sessão consecutiva, com os investidores satisfeitos com as previsões otimistas das empresas, depois de alguma hesitação na abertura devido aos números do desemprego.

Wall Street prossegue subida com otimismo a impor-se ao desemprego
Notícias ao Minuto

23:28 - 22/07/21 por Lusa

Economia Wall Street

Os resultados definitivos do dia indicam que o índice seletivo Dow Jones Industrial Average ganhou 0,07%, para os 34.823,35 pontos, o tecnológico Nasdaq avançou 0,36%, para as 14.684,59 unidades, e o alargado S&P500 subiu 0,20%, para as 4.367,48.

Wall Street tinha começado de forma hesitante, depois dos números semanais do desemprego, que indicaram um aumento dos pedidos de subsídio em 419 mil, acima das expectativas de 360 mil.

Mas uma série de resultados de empresas positivos e sobretudo previsões favoráveis dos dirigentes empresariais tranquilizaram os investidores.

"Com notícias que não são necessariamente boas, como o aumento dos casos de infeções com o novo coronavirus ou números de desemprego dececionantes, vê-se finalmente o que os investidores querem", comentou Gregori Volokhine, da Meeschaert Financial Services.

"Os investidores têm medo (...) que um sobreaquecimento traga inflação", acrescentou. "E se o novo coranavirus continua a ser importante, se os números do emprego não são tão bons como se queriam, isso não traz inflação", pelo que é favorável para o mercado bolsista, resumiu o analista.

A época de resultados empresariais continuou a ser pontuada por números positivos, mesmo que nem sempre satisfatórios para os investidores.

A American Airlines apresentou um resultado trimestral positivo pela primeira vez desde o início da pandemia, reflexo do regresso dos passageiros à medida que a vacinação avança.

A transportadora aérea ganhou 19 mil milhões de dólares, entre abril e junho, quando no período homólogo do ano passado perdeu 2,1 mil milhões de dólares.

Apesar deste ganho, acabou a sessão de hoje a perder 1,12%, no que foi imitada pela Delta Air Lines e United Airlines, que desvalorizaram respetivamente 1,32% e 0,31%.

"O que é encorajador é a maior parte das empresas divulgaram previsões otimistas ou prudentes", realçou Volokhine. "Todos os problemas que os dirigentes das empresas viam são passageiros, como os estrangulamentos nos abastecimentos ou as dificuldades de contratar mão-de-obra", problemas que não assinalam um sobreaquecimento da economia.

De facto, as praças bolsistas demonstraram, apesar de tudo, receio na segunda-feira, quando viveram a pior sessão do ano, perante o cenário de o avanço da variante delta do novo coronavirus comprometer a recuperação económica internacional, ao mesmo tempo que criava inflação. "Apareceu o fantasma atroz da 'estaflação', o de uma inflação em uma economia que declina", sublinhou Volokhine.

Leia Também: Wall Street negoceia mista no início da sessão

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório