Meteorologia

  • 17 SETEMBRO 2021
Tempo
21º
MIN 18º MÁX 26º

Edição

Prazo do IRS está a terminar, mas nem todos têm de entregar a declaração

Há um conjunto de pessoas que estão dispensadas de entregar a declaração. Confira aqui quais são estes casos.

Prazo do IRS está a terminar, mas nem todos têm de entregar a declaração

O prazo para a entrega do IRS está a terminar, decorrendo até ao final deste mês, e há cerca de um milhão de contribuintes que ainda não submeteu a declaração no Portal das Finanças. Ainda assim, a entrega do IRS não é para todos. 

Conforme explicam as Finanças, num vídeo publicado na rede social Twitter, há um conjunto de exceções previstas para a entrega do IRS. Na prática, há um conjunto de pessoas que estão dispensadas de entregar a declaração

O Portal das Finanças registou, até terça-feira, a submissão de 4.931.706 declarações de IRS, com a maior parte (3.349.739) a corresponderem a contribuintes que em 2020 obtiveram exclusivamente rendimentos das categorias A e H (trabalho dependente e pensões, respetivamente) e 1.581.967 com outras tipologias de rendimentos.

Veja aqui quem não tem de entregar a declaração do IRS: 

De acordo com os dados oficiais do Ministério das Finanças, até ao meio-dia de segunda-feira a Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) tinha liquidado 4,3 milhões de declarações, das quais 2,2 milhões resultaram em reembolsos no valor de 2.327 milhões de euros.

A mesma informação indica que foram até agora emitidas cerca de 700 mil notas de cobrança, no valor de 775 milhões de euros, o que significa que, em média, quem tem de pagar IRS (porque não fez retenções na fonte durante o ano passado ou as que fez foram inferiores ao valor de imposto efetivamente devido) terá de devolver ao Estado cerca de 1.100 euros.

Já o reembolso médio ronda, até agora, os 1.060 euros.

O prazo de entrega da declaração modelo 3 do IRS arrancou em 1 de abril e decorre até 30 de junho. A lei determina que a liquidação do IRS tem de estar concluída em 31 de julho, tendo o imposto de ser pago ou devolvido (via reembolso) até 31 de agosto.

Leia Também: Contribuintes têm 2 semanas para entregar IRS. Um milhão ainda não o fez

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório