Meteorologia

  • 28 MAIO 2024
Tempo
25º
MIN 14º MÁX 28º

Retalhista espanhola Zara fecha as cinco lojas que tinha na Venezuela

A cadeia retalhista espanhola Zara encerrou as suas cinco lojas na Venezuela, nas quais desde 2018 distribuía apenas vestuário em saldo e de velhas coleções, avança a imprensa venezuelana.

Retalhista espanhola Zara fecha as cinco lojas que tinha na Venezuela
Notícias ao Minuto

06:46 - 21/05/21 por Lusa

Economia Zara

Os gestores da Zara, insígnia do grupo têxtil Inditex, estiveram nas últimas horas "a retirar o logótipo (ou em alguns casos escondê-lo com panos brancos) que identificava a marca nas fachadas", informa a revista venezuelana "Producto", especializada em negócios, comunicação, marketing e publicidade.

Segundo artigo publicado pela revista na quinta-feira, "o mesmo aconteceu com as (lojas) da Bershka e da Pull & Bear" também pertencentes ao grupo Inditex, fundado pelo empresário espanhol Amâncio Ortega.

O grupo Inditex, adianta a mesma fonte, "deu ordens para deixar de comercializar as suas marcas na Venezuela" e tem vindo a desmantelar as lojas.

A Producto explica ainda que, desde 2018, a Zara "só distribuía para a Venezuela saldos ou stocks de temporadas passadas", mas "parou todos os envios" para o país sul-americano, que enfrenta uma crise económica e financeira.

O grupo Inditex chegou a ter 22 estabelecimentos na Venezuela, 8 deles da Zara, 5 Pull&Bear e 9 da Bershka, nas cidades venezuelanas de Caracas e Valência, e na ilha de Margarita.

As dificuldades, segundo a imprensa local, começaram em 2004, depois de o falecido líder socialista Hugo Chávez, que presidiu ao país entre 1999 e 2013, acusar as lojas de "fraude fiscal".

Em 2013, o Serviço Nacional Integrado de Administração Alfandegária e Tributária (SENIAT, fisco) obrigou a Zara a pagar uma multa de 85.000 dólares (69.513 euros à taxa de câmbio atual) por aumentar os preços em moeda local, após uma desvalorização do bolívar (moeda venezuelana).

Leia Também: Inditex prevê recuperar em 2022 negócio que tinha antes da pandemia

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório