Meteorologia

  • 17 SETEMBRO 2021
Tempo
25º
MIN 18º MÁX 26º

Edição

Empresa do setor automóvel investe e cria 100 novos empregos em Monção

Uma empresa de componentes para a indústria automóvel vai investir três milhões de euros na ampliação de uma fábrica que tem instalada em Monção e criar mais 100 novos postos de trabalho, foi hoje divulgado pela Câmara local.

Empresa do setor automóvel investe e cria 100 novos empregos em Monção
Notícias ao Minuto

20:05 - 28/04/21 por Lusa

Economia Emprego

Em comunicado hoje publicado no seu sítio oficial na Internet, e consultado pela Lusa, a autarquia do distrito de Viana do Castelo explicou que "a Sergalpo Portugal, Lda adquiriu hoje um terreno 20 mil metros quadrados e que a nova nave da fábrica terá uma área de 10 mil metros quadrados, prevendo-se a sua entrada em funcionamento antes do final do ano".

Com "cerca de 200 colaboradores, a nova plataforma empresarial da Sergalpo Portugal, Lda, contribuirá para a criação de mais 100 novos postos de trabalho, dos quais 20 qualificados e cinco superiores, elevando para cerca de 300 o número de trabalhadores na empresa".

O presidente da Câmara, António Barbosa, e o gerente da empresa, Aurélio Dieguez Garcia, "assinaram a escritura pública de compra e venda do terreno situado polo industrial da Lagoa".

O lote de terreno, "devidamente infraestruturado, destina-se à instalação de uma unidade industrial, para a produção de componentes interiores para veículos de alta gama, das principais marcas mundiais, casos de Mercedes, Abarth, BMW, Jaguar, Ford e Volkswagen".

O investimento, "próximo dos três milhões de euros" vai permitir "alargar a capacidade de produção e armazenamento da empresa, visando expandir e aumentar o volume de negócios".

"A escolha de Monção deve-se à sua situação geográfica, junto à fronteira com a Galiza, bem como às condições logísticas e funcionais oferecidas pela estrutura empresarial", sustenta a autarquia.

"É uma boa noticia para Monção que revela a capacidade de atração do nosso território e a vontade dos empresários em se instalarem no concelho, potenciando, em paralelo, o crescimento da economia local e o aumento dos postos de trabalho", afirmou o autarca social-democrata citado na nota.

Segundo a autarquia, o polo industrial da Lagoa encontra-se "preenchido", facto que levou o executivo municipal, de maioria PSD, a lançar a Zona Empresarial Responsável do Alto Minho (ZERAM).

Situada em Messegães, a ZERAM compreende uma área superior 60.000 Metros quadrados, sendo que a obra "avançará a breve prazo, prevendo-se que esteja concluída em 2022".

Em março, a Câmara de Monção aprovou, por unanimidade, investir mais de 1,2 milões de euros na criação daquela zona empresarial, que será comparticipada pelo Programa de Apoio à Localização de Empresas de Baixa Densidade (Norte 2020).

A SERAM "compreende uma área infraestruturada de 4,2 hectares, destinada a 12 lotes industriais e um para serviços partilhados".

Leia Também: Minas da Panasqueira dizem que adesão à greve foi de 46,1 %

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório