Meteorologia

  • 16 JUNHO 2021
Tempo
19º
MIN 18º MÁX 24º

Edição

Primeiro número do semanário NOVO nas bancas amanhã

O primeiro número do jornal semanário NOVO, um projeto "marcadamente de centro-direita", estará nas bancas na sexta-feira, com uma tiragem de 40.000 exemplares, e com ele ressurge a revista social Olá!.

Primeiro número do semanário NOVO nas bancas amanhã
Notícias ao Minuto

20:09 - 15/04/21 por Lusa

Economia Media

O NOVO (semanário original e livre) é detido pela Lapanews, Edições e Comunicações e tem como diretores Octávio Lousada Oliveira e Diogo Agostinho, tendo "uma periodicidade semanal em papel, com distribuição nacional e uma edição digital disponível em www.onovo.pt", adianta em comunicado.

"O NOVO vai ter uma tiragem semanal de 40.000 exemplares, que serão distribuídos e comercializados tanto no continente como nas ilhas", disseram à Lusa os diretores do novo título.

O semanário "pretende afirmar-se como um jornal que consegue atrair as pessoas que já leem jornais, mas procuram alternativas, e também atrair novos leitores, com exigências redobradas e diferenciadas", acrescentaram os responsáveis, numa resposta por escrito.

"O NOVO surge com o intuito de agitar o mercado dos media em Portugal e de se afirmar como um hino à liberdade e à democracia" e o "principal foco, visível já na primeira edição, é apresentar aos leitores, independentemente dos seus hábitos de consumo de jornais, conteúdos irreverentes, sólidos e com profundidade", referiram.

"Essa linha será, aliás, a imagem de marca do NOVO na edição impressa e no seu 'site'".

Questionados sobre as expectativas, os diretores salientaram que estas passam "por conquistar e manter uma relação de proximidade com os leitores, estabelecendo um novo paradigma de informação, com investigação e escrutínio aos vários poderes e opinião de qualidade".

Com 64 páginas, o NOVO terá quatro secções: Nação (atualidade política nacional), Valor (economia, empresas e mercados), Global (internacional) e Vida (ambiente, cultura, desporto e tecnologia).

No comunicado sobre o lançamento do título, é referido tratar-se de um jornal "marcadamente de centro-direita".

Com uma redação de 25 jornalistas, apresenta-se "como um jornal semanal generalista".

Um "dos grandes trunfos" do NOVO é estar acompanhado da revista Olá!, com 40 páginas, que ressurge nas bancas.

A revista era anteriormente distribuída pelo extinto jornal Semanário e "afirmou-se como a primeira grande revista social em Portugal", refere o NOVO, em comunicado.

O título estará presente nas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter.

Na primeira edição, adianta o NOVO, "os portugueses ficarão a conhecer a primeira grande sondagem autárquica para o concelho de Lisboa e todos os detalhes da conversa secreta entre o presidente da Câmara Municipal de Pedrógão Grande, Valdemar Alves, e [o primeiro-ministro] António Costa", lê-se no comunicado.

Inclui ainda o "relatório secreto do Banco de Portugal sobre o BES, bem como os detalhes da decisão de Ivo Rosa que podem limpar o que resta da acusação a José Sócrates", bem com uma entrevista ao futebolista internacional português Pepe.

Na área da política, entre os cronistas residentes na edição em papel estarão o antigo ministro da Saúde socialista Adalberto Campos Fernandes, a deputada municipal de Lisboa do PPM Aline Beuvink, o dirigente do PSD Carlos Reis, o presidente do CDS-PP, Francisco Rodrigues dos Santos, a dirigente da Iniciativa Liberal Maria Castelo Branco, o deputado do PSD Pedro Rodrigues, o professor universitário Rui Teixeira Santos e o líder parlamentar do CDS-PP Telmo Correia".

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório