Meteorologia

  • 15 ABRIL 2021
Tempo
18º
MIN 16º MÁX 22º

Edição

Bolsa de Lisboa em baixa com EDP Renováveis a cair mais de 8%

A bolsa de Lisboa mantinha hoje a tendência de baixa da abertura, com a EDP Renováveis e a EDP a liderarem as perdas, ao caírem 8,43% para 17,16 euros e 3,12% para 4,62 euros.

Bolsa de Lisboa em baixa com EDP Renováveis a cair mais de 8%
Notícias ao Minuto

10:21 - 03/03/21 por Lusa

Economia PSI20

Cerca das 09:25 em Lisboa, o principal índice da bolsa, o PSI20, recuava 0,95% para 4.728,97 pontos, com 14 'papéis' a valorizarem-se, três a descer e um inalterado (Ramada Investimentos).

A EDP Renováveis anunciou hoje que concluiu a venda acelerada de ações no montante de 1,5 mil milhões de euros, através da colocação de 88.250.000 ações junto de investidores institucionais, representando 10,1% do capital social.

Na terça-feira, a EDP Renováveis (EDPR) tinha anunciado que planeava um aumento de capital de cerca de 1,5 mil milhões de euros para financiar parcialmente o plano de investimentos.

Em comunicado enviado hoje à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a EDPR informa que cada ação tem o preço de 17 euros, "com um desconto implícito de 9,3% sobre o preço de fecho de mercado de dia 02 de março de 2021".

"Espera-se que os investidores recebam a sua alocação de ações EDPR aproximadamente no dia 05 de março de 2021. Os investidores terão todos os direitos económicos e direitos de voto inerentes a essas ações a partir dessa data", refere o comunicado da empresa.

Os títulos da Novabase eram outros dos que desciam, nomeadamente 2,20% para 3,55 euros.

Em sentido contrário, a Ibersol, NOS e Galp eram as que mais subiam, estando a valorizar-se 2,66% para 6,18 euros, 2,05% para 2,79 euros e 1,14% para 9,78 euros.

Aos 'papéis' da Ibersol, NOS e Galp seguiam-se os da Sonae, BCP e CTT, que registavam valorizações de 1,03% para 0,69 euros, 0,91% para 0,12 euros e 0,79% para 2,57 euros, respetivamente.

Na Europa, as principais bolsas europeias abriram hoje em alta, à espera da publicação de uma bateria de indicadores macroeconómicos.

Além da publicação do inquérito ADP do emprego nos Estados Unidos, do livro bege da Reserva federal dos Estados Unidos (Fed) e dos índices PMI da Markit da Alemanha, Espanha, França e Itália, os mercados aguardam que o Eurostat divulgue os dados do Produto Interno Bruto (PIB regional de 2019 na União Europeia.

Em Bruxelas, a Comissão Europeia apresenta hoje os guias sobre política orçamental para 2022.

Nos Estados Unidos, os senadores democratas tentam fechar o pacote milionário de estímulos da nova Administração, enquanto a Fed lançou uma mensagem tranquilizadora sobre as taxas de juro e assegura que o banco central norte-americano continua longe do momento em que possa começar a retirar o apoio à economia.

Analistas citados pela Efe referem que esta mensagem deverá ajudar a travar a continuada e rápida subida dos juros das dívidas soberanas registada nas últimas semanas.

"Esperamos que os bancos centrais acentuem o ritmo das compras de dívida se for necessário para manter condições financeiras favoráveis e impulsionar a recuperação", adiantaram.

A bolsa de Nova Iorque terminou em baixa na terça-feira, com o Dow Jones a recuar 0,46% para 31.391,52 pontos, contra o atual máximo desde que foi criado em 1896, de 31.961,86 pontos, em 24 de fevereiro.

No mesmo sentido, o Nasdaq fechou em baixa na terça-feira, a cair 1,69% para 13.358,79 pontos, contra o atual máximo de 14.095,47 pontos em 12 de fevereiro.

A nível cambial, o euro abriu hoje estabilizado no mercado de câmbios de Frankfurt, a cotar-se a 1,2080 dólares, contra o atual máximo desde maio de 2018, de 1,2300 dólares, em 05 de janeiro.

O barril de petróleo Brent para entrega em maio abriu em alta no Intercontinental Exchange Futures (ICE) de Londres, a cotar-se a 62,91 dólares, contra 62,70 dólares na terça-feira e o atual máximo desde dezembro de 2018, de contra 66,18 dólares, em 24 de fevereiro.

Leia Também: Bolsas europeias em alta, à espera das atas do BCE

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório