Meteorologia

  • 28 SETEMBRO 2021
Tempo
21º
MIN 16º MÁX 23º

Edição

Saldo da dívida direta do Estado aumenta 0,1% em janeiro

O saldo da dívida direta dos Estado aumentou 0,1% em janeiro face a dezembro para 268.666 milhões de euros, segundo os dados divulgados hoje pela Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública -- IGCP.

Saldo da dívida direta do Estado aumenta 0,1% em janeiro
Notícias ao Minuto

21:13 - 23/02/21 por Lusa

Economia Estado

"Em 31 de janeiro de 2021, o saldo da dívida direta do Estado cifrou-se em EUR 268.666 milhões [268.666 milhões de euros], aumentando 0,1% face a dezembro de 2020", refere a nota do IGCP.

A mesma publicação adianta que aquela variação ficou sobretudo a dever-se ao aumento do saldo de obrigações do tesouro (OT) explicado pela "emissão da OT 0,475% OUT2030 [maturidade em outubro de 2030] (com o valor nominal de EUR 500 milhões) e da OT 0,9% OUT2035 [com maturidade em outubro de 2035] (com o valor nominal de EUR 750 milhões)".

A explicar aquela variação, estive também o aumento do saldo dos Certificados Especiais de Dívida de Curto Prazo (CEDIC) num montante de 513 milhões de euros.

"Por outro lado, verificou-se uma redução do saldo de BT [Bilhetes do Tesouro], explicada pela amortização do BT 15JAN2021, no montante de EUR 2.935 milhões, que mais do que compensou os 2 leilões realizados, nos montantes de EUR 760 milhões (na linha a 6 meses BT 16JUL2021) e EUR 762 milhões (na linha a 12 meses BT 21JAN2022)", adianta a nota da entidade Cristina Casalinho adianta ainda

Já os saldos dos Certificados de Aforro e dos Certificados do Tesouro registaram incrementos de 16 milhões e de 22 milhões, respetivamente.

A mesma informação acrescenta que as contrapartidas das contas margem recebidas no âmbito de derivados financeiros registaram um aumento de 25 milhões e que, adicionalmente, o stock de dívida aumentou em 48 milhões pelo "efeito decorrente das flutuações cambiais da generalidade dos instrumentos de dívida denominados em moeda não euro avaliados ao câmbio do último dia de janeiro".

O IGCP conclui que "incorporando o efeito cambial favorável da cobertura de derivados, correspondente ao valor nocional dos 'swaps' de cobertura de capital, que ascendeu a EUR 359 milhões em janeiro [359 milhões de euros], o valor total da dívida após cobertura cambial situou-se em EUR 268.306 milhões [268.306 milhões de euros], um aumento de 0,1% face ao mês precedente".

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório