Meteorologia

  • 03 MARçO 2021
Tempo
20º
MIN 9º MÁX 20º

Edição

Afreximbank tem mil milhões para compensar países africanos

O Banco Africano de Exportações e Importações (Afreximbank) mobilizou mil milhões de dólares para compensar as receitas dos países que desçam as tarifas transfronteiriças no âmbito do acordo de criação da zona de comércio livre.

Afreximbank tem mil milhões para compensar países africanos
Notícias ao Minuto

15:28 - 24/01/21 por Lusa

Economia Afreximbank

"Vamos ser capazes de ir aos mercados globais de capital e vamos ser capazes de ir a instituições financeiras de desenvolvimento para mobilizar mais recursos, mas para já temos um fundo de mil milhões de dólares", cerca de 820 milhões de euros, disse o secretário-geral da associação que gere a Zona de Livre Comércio Continental Africana (ZLCCA), Wamkele Mene, em entrevista à agência de informação financeira Bloomberg.

As autoridades "estão a fazer progressos muito, muito bons" neste veículo financiero, e os países vão poder fazer levantamentos mais para o final do ano, acrescentou o responsável durante a entrevista concedida a partir de Acra, a capital do Gana, onde está sedeado secretariado do acordo.

O acordo de livre comércio em África entrou em vigor a 1 de janeiro, com o objetivo de facilitar o comércio transfronteiriço através da redução ou eliminação de barreiras alfandegárias e tornar mais simples a circulação de pessoas e capital e a promoção do investimento e da industrialização do continente.

Vários países mostraram-se preocupados com as perdas de receita que poderiam surgir com a diminuição das tarifas alfandegárias, mas um estudo do Banco Mundial mostrou que a receita a curto prazo da redução das taxas só cairia menos de 1,5% para 49 dos 54 países africanos, com o total das receitas a cair menos de 0,3% em 50 países que entraram no acordo.

O acordo de livre comércio em África cria um mercado único de 1,3 mil milhões de pessoas com um Produto Interno Bruto (PIB) de 3,4 biliões de dólares, o equivalente a cerca de 2,7 biliões de euros, e abrange a grande maioria dos países africanos.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório