Meteorologia

  • 19 JANEIRO 2021
Tempo
13º
MIN 4º MÁX 14º

Edição

Altice suspende "qualquer relacionamento institucional" com a ANACOM

A informação foi divulgada hoje pela empresa.

Altice suspende "qualquer relacionamento institucional" com a ANACOM

A Altice Portugal, dona da Meo, anunciou hoje que decidiu suspender "qualquer relacionamento institucional" com a Autoridade Nacional das Comunicações (ANACOM), o regulador do setor.

"No atual contexto, em que toda a economia nacional e seus agentes se sentem já esclarecidos e reconhecem o quão mal este regulador tem feito por Portugal, tendo por base a posição pública de analistas e bancos de investimento internacionais, sentimo-nos completamente legitimados em suspender, a partir de agora, qualquer relacionamento institucional com a ANACOM, que não o que obriga a lei", refere a empresa em comunicado.

Em causa, segundo a Altice, está a recente comunicação do regulador, que indica que os preços das telecomunicações em Portugal comparam desfavoravelmente com os preços praticados na Europa.

Na terça-feira, a ANACOM divulgou que os preços das telecomunicações em Portugal aumentaram 6,5% entre final de 2009 e outubro de 2020 enquanto na União Europeia (UE) caíram 11%, citando dados do Eurostat.

"A diferença estreitou-se com a entrada em vigor no dia 15 de maio de 2019 das novas regras europeias que regulam os preços das comunicações intra-UE", salientou o regulador, num comunicado.

Os dados recolhidos pela ANACOM mostram que apenas dois países registaram um maior crescimento de preços do que Portugal no período em análise - a Eslovénia e a Roménia.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório