Meteorologia

  • 03 JULHO 2022
Tempo
27º
MIN 17º MÁX 28º

Lucro da Siemens caiu 22,1% no ano fiscal de 2019/2020 para 4.030 milhões

O lucro da Siemens caiu 22,1% no exercício 2019/2020, para 4.030 milhões de euros, devido à queda da procura da indústria automóvel e de engenharia mecânica causada pela pandemia, anunciou hoje o grupo industrial alemã.

Lucro da Siemens caiu 22,1% no ano fiscal de 2019/2020 para 4.030 milhões
Notícias ao Minuto

14:43 - 12/11/20 por Lusa

Economia Siemens

A faturação recuou 2% para 57.139 milhões de euros e o resultado operacional caiu 16,8% para 4.290 milhões de euros, refere a multinacional em comunicado.

O presidente e presidente executivo da Siemens, Joe Kaeser, manifestou-se satisfeito com os resultados e realçou que o quarto trimestre do ano fiscal foi melhor, apesar dos desafios da pandemia de covid-19.

"A equipa da Siemens conseguiu um forte final num ano extraordinário, enquanto o novo modelo da Siemens está a ser moldado. O resultado industrial e o lucro do quarto trimestre foram superiores aos registados no ano anterior", disse o gestor.

Kaeser afirmou também que, após o desmembramento do negócio de energia convencional por parte da multinacional e da intensão manifestada em vender a Flender, uma empresa de caixas de câmbio, "a Siemens está muito bem posicionada para liderar o avanço da transformação industrial".

A Siemens vai pagar aos acionistas um dividendo de 3,50 euros por ação, contra 3,90 euros no exercício anterior.

O conglomerado espera aumentar o lucro moderadamente para 4,2 mil milhões de euros no ano fiscal de 2020/2021, que começou em outubro, se a pandemia não tiver um impacto económico significativo e duradouro em todo o mundo no próximo ano.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório