Meteorologia

  • 07 DEZEMBRO 2021
Tempo
14º
MIN 13º MÁX 17º

Edição

BPI sem planos para redução acentuada de trabalhadores

O BPI não tem planos para uma redução acentuada de trabalhadores este ano e no próximo, disse hoje aos jornalistas o presidente executivo indigitado do banco, João Pedro Oliveira e Costa.

BPI sem planos para redução acentuada de trabalhadores
Notícias ao Minuto

13:03 - 03/11/20 por Lusa

Economia BPI

"Não temos nenhum plano em cima da mesa. É algo que nós vamos fazendo naturalmente. Também a procura por serviços bancários, em termos físicos, diminuiu significativamente durante este período como todos sabem, e por isso qualquer ajuste que nós formos fazendo será com comunicação e conhecimento com os trabalhadores do BPI e com os seus representantes", disse João Pedro Oliveira e Costa na conferência de imprensa de apresentação de resultados do banco (lucros de 85,5 milhões de euros), num hotel em Lisboa.

O gestor entende que numa altura de crise como a atual "seria um forte desrespeito mas também seria uma atitude de gestão pouco certa não dar a atenção certa às pessoas", reconhecendo porém mudanças no setor bancário.

"Isto não invalida que aquilo que o setor tem vivido não só no estreitamento de margens, pelas taxas de juro negativas, mas também pela diminuição nas comissões, inclusive por regulação, que tenha que ter uma gestão muito criteriosa dos recursos humanos e da sua estrutura de custos", disse o presidente executivo indigitado do BPI aos jornalistas.

João Pedro Oliveira e Costa lembrou que as saídas ocorridas por mútuo acordo nos primeiros nove meses do ano "foram todas negociadas".

Anteriormente, o responsável do banco detido pelo espanhol CaixaBank já tinha referido que foram encerradas 48 unidades comerciais nos primeiros três trimestres, "e em termos líquidos saíram do banco 74 pessoas", tendo entrado 53 pessoas.

"As saídas deveram-se essencialmente a reformas e a saídas naturais por iniciativa do próprio. O encerramento destas unidades comerciais tem sido inserido numa política que temos vindo a fazer, de longa data, de ir adaptando a estrutura comercial às necessidades dos mercados onde nós estamos e à procura que vamos tendo", justificou o gestor.

O Banco BPI obteve lucros consolidados de 85,5 milhões de euros nos primeiros nove meses deste ano, menos 66% do que no mesmo período de 2019, divulgou hoje em comunicado.

O BPI justifica a queda do resultado líquido com a constituição de provisões para perdas com crédito devido à crise pandémica da covid-19, uma vez que entre janeiro e setembro constituiu 100 milhões de euros em imparidades de crédito (líquidas).

Na atividade em Portugal, o BPI teve lucros de 47,4 milhões de euros até setembro, menos 69% face ao mesmo período do ano passado.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório