Meteorologia

  • 25 NOVEMBRO 2020
Tempo
10º
MIN 9º MÁX 15º

Edição

Diga SIM à poupança (passe das intenções à prática com estas dicas)

Um artigo de opinião assinado por João Morais Barbosa, da Reorganiza.

Diga SIM à poupança (passe das intenções à prática com estas dicas)

"Dia 31 de outubro celebra-se o Dia Mundial da Poupança. Apesar de nunca ser demais falar sobre o tema, estas datas são criadas com o propósito de reforçar as mensagens e apelar a uma maior consciência para o tema.

Curiosamente, em ano de pandemia e incerteza os portugueses estão a atingir níveis recorde de poupança, os mais elevados desde 2013. Parece um contrassenso, mas são vários os motivos que explicam esta situação, desde a diminuição do consumo por motivos de confinamento, ao sentimento de incerteza e medo que se generalizou perante o desconhecido.

Se ainda não colocou a poupança em prática, mas está na sua lista de objetivos, este artigo é para si. Veja qual a situação que melhor se ajusta ao seu rendimento e passe das intenções à prática.

  • Mealheiro caseiro – Guardar grandes quantidades de dinheiro em casa não é de todo aconselhável, mas fazer um pé de meia caseiro, juntando, por exemplo todas as moedas de 1€ ou 2€, é um compromisso exequível e que permite facilmente juntar um valor simpático para pequenos imprevistos ou então para momentos de maiores gastos como as férias ou o Natal.

  • Faça uma poupança – Seja um depósito a prazo ou uma conta poupança, o importante é poupar. Ambas as alternativas são seguras e permitem um levantamento antecipado.

  • Prepare a sua reforma – De pequenino se torce o pepino. Esta expressão pode ser ajustada à reforma. Ou seja, começar a poupar pequenas quantias desde o início da carreira, permite uma poupança ajustada ao rendimento mensal e amealhar uma verba significativa para melhor desfrutar da reforma.

  • Invista em certificados – Os certificados do Tesouro também são uma opção segura por serem um produto de capital garantido pelo Estado português. Normalmente implicam uma duração de 7 anos com uma taxa de juro que sobe gradualmente, atingindo os 2,25% no último ano.

Paralelamente à poupança que escolher, existem pequenos truques que permitem poupar no dia-a-dia. Por exemplo, evitar usar cartões e pagar a dinheiro. Psicologicamente este é um ato que faz diferença. No pagamento a dinheiro tudo é mais real, pelo que tendencialmente vamos gastar menos. Se optar por este método no seu dia-a-dia vai ver que com o tempo vai pensar duas vezes antes de gastar em bens desnecessários.

Para os mais arrojados existem opções de poupança mais rentáveis, mas também mais arriscadas. É tudo uma questão de grau de risco que cada um está disposto a correr. Em caso de dúvida consulte os especialistas financeiros que o podem aconselhar, sem qualquer custo associado, e aventure-se pelo maravilhoso mundo da poupança."

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório