Meteorologia

  • 29 NOVEMBRO 2020
Tempo
12º
MIN 9º MÁX 14º

Edição

Prisa vende Santillana España para se refinanciar e ações disparam 28%

A Prisa, que está em processo de saída da Media Capital, anunciou hoje a venda da Santillan España, considerada a sua 'jóia da coroa', para refinanciar a sua dívida, o que fez as ações dispararem 28%.

Prisa vende Santillana España para se refinanciar e ações disparam 28%
Notícias ao Minuto

21:42 - 19/10/20 por Lusa

Economia Prisa

As ações do grupo de comunicação subiram hoje 28%, na bolsa de Madrid, depois de alcançar um acordo de refinanciamento com os seus principais credores que está sujeito à conclusão da venda de Santillana España à companhia finlandesa Sanoma por 465 milhões de euros.

As ações de Prisa - que com esta venda vai gerar uma mais-valia estimada de 385 milhões de euros - subiram 28,02%, o maior avanço do mercado espanhol, e terminaram em 0,731 euros. Ainda assim, este ano os títulos perdem 49,2%.

Em comunicado, a Prisa adiantou que o valor da venda da Santillana España será integralmente pago na data do fecho da operação (prevista para a primeira metade de 2021), uma vez descontada a dívida líquida em 30 de junho, estimada em 53 milhões de euros.

Depois da operação, a editora, fundada em 1960 pelo também criador da Prisa, Jesús Polanco, e cujos conteúdos são utilizados há décadas no sistema educativo espanhol, concentrará os seus esforços na América Latina, projetando os modelos de subscrição desenvolvidos na América Latina para outros mercados no Brasil, com 1,7 milhões de alunos na região e um crescimento no último ano de 25%.

Esta venda está vinculada ao acordo que a Prisa celebrou com um grupo representativo de instituições financeiras credoras para a reestruturação da sua dívida. O compromisso afeta o contrato de financiamento sindicado de 1.148 milhões de euros assinado em dezembro de 2013, que foi alterado várias vezes desde então.

Esta operação "estabelece o marco para uma futura separação efetiva dos negócios de educação e media", referiu a Prisa.

"Santillana España é a origem da Prisa e teve um papel chave para que grupo tenha alcançado a dimensão e lideranças atuais", acrescentou.

Em 04 de setembro, a Prisa, que detém a Media Capital através da Vertix, anunciou a venda da totalidade da sua posição - 64,47% - na dona da TVI a vários investidores, por 36,85 milhões de euros.

A compra das participações por parte desses investidores, onde se inclui a apresentadora Cristina Ferreira e o músico Pedro Abrunhosa, entre outros, "está condicionada à obtenção de renúncia de alguns credores financeiros da Prisa, bem como a autorização dos reguladores portugueses que sejam necessárias", referiu o grupo espanhol, aquando do anúncio da sua saída da Media Capital, no início de setembro.

Estes investidores juntam-se ao empresário Mário Ferreira, dono da Douro Azul, que em 14 de maio comprou, através da Pluris Investments, 30,22% da Media Capital por 10,5 milhões de euros.

O NCG Banco tem 5,05%, sendo que o capital disperso em bolsa ('free-float') é de 0,26%.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório