Meteorologia

  • 23 NOVEMBRO 2020
Tempo
16º
MIN 10º MÁX 18º

Edição

TAP com menos 1.600 trabalhadores até ao fim do ano, anuncia ministro

O Ministro das Infraestruturas e Habitação, Pedro Nuno Santos, anunciou hoje, no parlamento, que irão sair 1.600 trabalhadores do grupo TAP até ao final do ano, tendo já saído 1.200 colaboradores.

TAP com menos 1.600 trabalhadores até ao fim do ano, anuncia ministro
Notícias ao Minuto

19:33 - 15/10/20 por Lusa

Economia TAP

O governante, em audição na Comissão de Economia, Inovação, Obras Públicas e Habitação, desmentiu dados apresentados pelo Bloco de Esquerda, que apontou a saída de 1.500 tripulantes da TAP, referindo que isso seria 80% da força laboral e garantindo que os 1.600 trabalhadores que irão sair são de todo o grupo e não apenas da companhia aérea.

"Não podemos manter artificialmente uma dimensão que não tem adesão ao mercado em que estamos hoje a operar", explicou, salientando que isso "implica que no processo de reestruturação seja feito o redimensionamento" da companhia.

"Não podemos manter emprego que depois não tem trabalho", rematou.

Pedro Nuno Santos realçou que a TAP vai fazendo o seu trabalho "num quadro de maior dificuldade do que uma empresa 'low cost', tendo em conta que as ligações atlânticas estão paradas e realçando que empresas como a Ryanair estão a "queimar dinheiro", porque partiam de um ponto de liquidez "incomparável".

Criticado pelo Bloco de Esquerda sobre a escolha do Boston Consulting Group (BGC) para elaborar o plano de reestruturação da TAP, o ministro pediu ao partido que "indique uma empresa consultora aceitável de acordo com os seus parâmetros".

O ministro não detalhou as medidas previstas no plano de reestruturação, recordando apenas que o prazo para o apresentar acaba em 10 de dezembro.

"Os objetivos são muito claros: garantir a sustentabilidade da TAP. Temos de encontrar as soluções que nos ofereçam as garantias mínimas de garantir a sustentabilidade", salientou.

"Este é o 'dossier' mais difícil que eu tenho como ministro das Infraestruturas", reconheceu o governante, recusando a ideia de que "a TAP seria facilmente substituída por outra companhia".

"A TAP faturou 3,3 mil milhões de euros em 2019, 80% com clientes estrangeiros", salientou, assegurando que a companhia aérea é "dos maiores exportadores nacionais".

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório