Meteorologia

  • 23 NOVEMBRO 2020
Tempo
16º
MIN 10º MÁX 18º

Edição

É cliente BPI? Comissões agravam-se a partir do próximo ano

Novo preçário entra em vigor a 1 de janeiro de 2021.

É cliente BPI? Comissões agravam-se a partir do próximo ano

Se é cliente do BPI saiba que a atualização do preçário, que entra em vigor no início do próximo ano, traz um agravamento de várias comissões, pelo que é essencial estar informado para depois evitar surpresas quando olhar para o extrato

A título de exemplo, a comissão de manutenção da Conta Valor BPI, que atualmente é de 3,50 euros - mais imposto de selo (IS) de 4% -, vai aumentar para 4,50 euros por mês, valor ao qual acresce também o IS. 

Para quem tem o ordenado domiciliado o aumento também é visível: passa a ser de 7,99 euros por mês, face aos atuais 7,50 euros mensais atualmente em vigor. Aqui, o aumento não é tão pronunciado, mas verifica-se de igual modo um agravamento. 

A notícia, sublinhe-se, foi avançada pelo jornal ECO, que confrontou o banco a propósito deste aumento. A instituição explicou que "não efetua qualquer alteração no preço da Conta Valor desde a sua criação, em 2017".

A par destas mudanças, o novo preçário prevê um conjunto de outras alterações que agravam custos em serviços mais específicos como os depósitos de moedas ao balcão.

O preçário atual pode ser consultado aqui e as alterações que entram em vigor a 1 de janeiro de 2021 podem ser consultadas aqui

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório