Meteorologia

  • 27 OUTUBRO 2020
Tempo
16º
MIN 11º MÁX 19º

Edição

Exportações para a China crescem 77,1% em junho. E as importações?

As exportações de Portugal para a China cresceram 77,14% em junho, enquanto as importações sofreram uma queda de 17,45%, em relação a maio, foi hoje divulgado.

Exportações para a China crescem 77,1% em junho. E as importações?
Notícias ao Minuto

09:04 - 15/09/20 por Lusa

Economia Exportações

No total, as trocas comerciais em junho entre Lisboa e Pequim registaram um aumento de 7,35% e atingiram em junho o montante de 6,2 milhões de dólares (5,22 milhões de euros), com Portugal a importar 3,5 milhões de dólares (2,94 milhões de euros), e a exportar para a China produtos no valor de 2,6 milhões de dólares (2,19 milhões de euros).

Os dados oficiais publicados no portal do Fórum Macau, com base nas estatísticas dos Serviços de Alfândega chineses, indicam ainda que as trocas comerciais entre Lisboa e Pequim caíram 5,96% no primeiro semestre deste ano, em relação a igual período de 2019, com Portugal a registar um crescimento nas exportações e uma queda nas importações.

Entre janeiro e junho, o valor das trocas comerciais entre Portugal e a China atingiu os 3,08 milhões de dólares (2,59 milhões de euros), com a maior fatia a corresponder às importações portuguesas (1,9 milhões de dólares, ou seja, 1,6 milhões de euros).

De acordo com as estatísticas, as trocas comerciais entre a China e os países de língua portuguesa no primeiro semestre de 2020 foram de 64,59 mil milhões de dólares (54,34 mil milhões de euros), um decréscimo homólogo de 7,9%.

Se as exportações dos países lusófonos para a China atingiram os 46,7 mil milhões de dólares (39,2 mil milhões de euros), representando uma queda homóloga de 7,32%, já as importações dos países lusófonos ficaram-se pelos 17,9 mil milhões de dólares (15 mil milhões de euros), um decréscimo de 9,39%, em relação a igual período de 2019.

As trocas comerciais em junho entre os países de língua portuguesa e a China foram de 12,8 mil milhões de dólares (10,7 mil milhões de euros), um aumento de 28,92% face ao mês anterior.

As exportações dos países lusófonos para a China foram de 9,6 mil milhões de dólares (8,08 mil milhões de euros), um crescimento de 37,82% face ao mês anterior, enquanto as importações lusófonas foram de 3,18 mil milhões de dólares (2,68 mil milhões de euros), o que se traduz num aumento de 7,81%, quando comparado com maio.

A China estabeleceu a região administrativa Especial de Macau como plataforma para a cooperação económica e comercial com os países de língua portuguesa em 2003, ano em que criou o Fórum de Macau.

Esta entidade tem um secretariado permanente, reúne-se a nível ministerial a cada três anos e integra, além de um secretário-geral e de três secretários-gerais adjuntos, oito delegados dos países de língua portuguesa (Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste).

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório