Meteorologia

  • 27 OUTUBRO 2020
Tempo
17º
MIN 11º MÁX 19º

Edição

Airbnb planeia avançar com Oferta Pública Inicial ainda este mês

A plataforma de arrendamento de alojamentos Airbnb está a preparar avançar com a sua Oferta Pública Inicial (IPO, na sigla em inglês) ainda este mês, de acordo com o jornal norte-americano Wall Street Journal.

Airbnb planeia avançar com Oferta Pública Inicial ainda este mês
Notícias ao Minuto

19:51 - 11/08/20 por Lusa

Economia Arrendamento

A publicação adianta que o grupo prevê enviar a documentação necessária à Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (SEC) durante o mês de agosto, numa oferta pública liderada pelos assessores financeiros Morgan Stanley e Goldman Sachs.

Em abril, o CEO da empresa, Brian Chesky, disse em entrevista que a empresa estava a trabalhar para apresentar a documentação em março, mas que o impacto da pandemia de covid-19 no turismo mundial cancelou esses planos devido à incerteza gerada pelo novo coronavírus e à volatilidade dos mercados, recordou a agência Efe.

A empresa norte-americana anunciou em setembro do ano passado que pretendia fazer a sua estreia em bolsa durante 2020.

A plataforma atingiu um milhão de noites faturadas em 08 de julho em todo o mundo, número que não conseguia desde 3 de março, de acordo com a Efe.

O IPO da Airbnb já era esperado pelos analistas, que comparam a operação aos IPO de outras empresas da chamada economia partilhada, como o caso das empresas de transporte Uber ou Lyft.

A plataforma foi avaliada recentemente em cerca de 15 mil milhões de euros, segundo a Efe, um valor abaixo de uma estimativa anterior que colocava o valor da empresa em cerca de 26 mil milhões de euros.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório