Meteorologia

  • 20 JANEIRO 2022
Tempo
11º
MIN 5º MÁX 14º

Edição

Lucros do Lloyds Bank caem 99% no primeiro semestre para 21 milhões

O Lloyds Bank registou lucros de 19 milhões de libras (quase 21 milhões de euros) no primeiro semestre de 2020, uma quebra de 99% face ao período homólogo de 2019, anunciou hoje o banco britânico ao mercado.

Lucros do Lloyds Bank caem 99% no primeiro semestre para 21 milhões
Notícias ao Minuto

11:09 - 30/07/20 por Lusa

Economia Lloyds Bank

Segundo a informação hoje dada pela instituição financeira à bolsa de Londres, os lucros recuaram significativamente face aos registados no primeiro semestre de 2019, quando o banco liderado pelo português António Horta Osório obteve 2.225 milhões de libras (2.456 milhões de euros).

Em termos brutos, o Lloyds Bank registou um prejuízo de 602 milhões de libras (664 milhões de euros), que compara com lucros antes de impostos de 2.897 mil milhões de libras (3.199 mil milhões de euros) no ano anterior.

Por seu lado, o rendimento líquido foi de 7.413 milhões de libras (8.190 milhões de euros) nos primeiros seis meses deste ano, menos 16% do que no mesmo período de 2019.

O presidente executivo do banco britânico, António Horta Osório, admitiu que a pandemia de covid-19 teve um "profundo impacto na economia a nível global", apontando as "perspetivas incertas".

Ainda assim, "continuamos totalmente concentrados em ajudar os nossos clientes e a economia do Reino Unido a recuperar, em colaboração com o Governo e os nossos reguladores", assegurou o banqueiro português.

António Horta Osório vai deixar o Lloyds Bank a partir de junho do próximo ano, terminando assim um ciclo de 10 anos à frente da instituição.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório