Meteorologia

  • 11 AGOSTO 2020
Tempo
20º
MIN 18º MÁX 27º

Edição

Do negócio da TAP ao calor 'em força': Os cinco números da semana

O Notícias ao Minuto avaliou os momentos fundamentais desta semana que são transversais a vários setores. Conheça-os através dos principais números.

Do negócio da TAP ao calor 'em força': Os cinco números da semana
Notícias ao Minuto

07:00 - 04/07/20 por Notícias Ao Minuto 

Economia História da semana

Esta semana ficou marcada pela 'entrada' do país em três ritmos, numa altura em que a região da Área Metropolitana de Lisboa ainda concentra preocupações por causa do número diário elevado de casos confirmados do novo coronavírus

A par da atualidade, o Notícias ao Minuto avaliou os principais momentos desta semana que são transversais a vários setores e apresenta-os através dos cinco números mais relevantes:  

  • Governo reforça posição na TAP. Paga 55 milhões para ficar com 72,5%

Os vários dias de incógnita em torno do futuro da TAP terminaram, na quinta-feira à noite, com o Governo a anunciar que chegou a acordo com os privados, de modo a ficar com 72,5% da companhia aérea portuguesa, uma aquisição que ascende aos 55 milhões de euros. 

Ninguém quer adiantar muito sobre o futuro da companhia aérea, mas o primeiro-ministro, António Costa, comparou, na sexta-feira, o processo de reestruturação da TAP a uma intervenção cirúrgica, referindo que "em qualquer operação há uma dor", referindo que não se pode criar "ilusões" e que "isso terá consequências sobre o emprego".

  • Efacec 'ganha' nacionalização (temporária). Governo compra 71,73% da empresa

Também na quinta-feira, o Governo aprovou a nacionalização de 71,73% da Efacec, cuja maior participação pertencia à empresária angolana Isabel dos Santos. O objetivo, detalhou o ministro da Economia, Pedro Siza Vieira, é "viabilizar a sua continuidade" e manter o seu "valor financeiro e operacional", mas o processo é temporário.

  • "Forte redução". Pandemia terá destruído 192 mil empregos em Portugal

Os dados provisórios divulgados na quarta-feira pelo Instituto Nacional de Estatística apontam para uma redução do emprego na ordem dos 4% entre fevereiro e maio, o que equivale a menos 192 mil pessoas empregadas nesse período. Apesar de tudo, a taxa de desemprego - que em abril foi de 6,3% e em maio terá sido de 5,5% - não acompanhou este ritmo, mas a taxa de inativos continua a subir, o que significa que a taxa de desemprego não é suficiente para medir o pulso ao mercado de trabalho. 

  • Há novas medidas de combate à Covid-19. Multas podem chegar aos 5.000 euros

A generalidade de Portugal Continental entrou, esta semana, em situação de alerta devido à pandemia de Covid-19, com exceção da Área Metropolitana de Lisboa (AML), que passará para o estado de contingência. Dentro da AML, que é constituída por 18 municípios, 19 freguesias de cinco concelhos continuarão em estado de calamidade.

O Governo anunciou também a criação de um regime de contraordenações para quem violar as regras estabelecidas no âmbito da pandemia, como ajuntamentos ou consumir bebidas alcoólicas na rua, podendo as multas ir dos 100 aos 500 euros para pessoas singulares e de 1.000 a 5.000 euros para entidades coletivas.

  • Calor vem aí (e em força). Termómetros vão atingir os 39ºC no Interior

A temperatura deverá subir este fim de semana, com valores que poderão atingir os 39 graus centígrados em algumas regiões do interior, informou o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA). GegundoIPMA, esta "situação de tempo seco e quente" deverá manter-se até meados da próxima semana, prevendo-se "uma ligeira descida de temperatura na terça-feira".

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório