Meteorologia

  • 27 MAIO 2022
Tempo
32º
MIN 16º MÁX 35º

Aeroporto do Montijo deve ser retomado com a maior brevidade, diz CTP

O Conselho Diretivo da Confederação do Turismo de Portugal (CTP) defendeu hoje que, face ao impacto da covid-19, o projeto do aeroporto complementar do Montijo deverá ser retomado "com a maior brevidade", assegurando a recuperação económica do país.

Aeroporto do Montijo deve ser retomado com a maior brevidade, diz CTP
Notícias ao Minuto

18:42 - 20/05/20 por Lusa

Economia Coronavírus

"No seguimento da avaliação da atual situação e desafios futuros colocados pela covid-19, o conselho diretivo da Confederação do Turismo de Portugal (CTP) considera que a recuperação económica do país depende do aumento da sua capacidade aeroportuária. Nesse sentido, o projeto do aeroporto complementar do Montijo deverá ser retomado com a maior brevidade", indicou, em comunicado, esta confederação.

Para a CTP, o aumento da capacidade aeroportuária de Lisboa vai permitir um crescimento de até 50 milhões de passageiros, potenciando também o 'hub' da TAP à América do Norte e do Sul, assim como a proximidade aos países da diáspora portuguesa.

No documento, a confederação do turismo lembrou que, em janeiro, a Agência Portuguesa do Ambiente (APA) emitiu a sua declaração de impacte ambiental final, dando "luz verde" à construção do aeroporto complementar do Montijo (distrito de Setúbal).

Citado em comunicado, o presidente da CTP afirmou que, apesar da pandemia, "os pressupostos que estavam na origem da decisão de avançar mantêm-se" e, por isso, a infraestrutura não deixou de ter o seu "irrefutável benefício" para a economia.

"Este é o momento de avançar para a única solução que responde em termos de custos, eficácia e competitividade a um problema que se arrasta há mais de 50 anos e não o de recuperar outras opções de localização que já foram amplamente discutidas e abandonadas", afirmou Francisco Calheiros.

Em 08 de janeiro de 2019, a ANA e o Estado assinaram o acordo para a expansão da capacidade aeroportuária de Lisboa, com um investimento de 1,15 mil milhões de euros até 2028 para aumentar o atual aeroporto de Lisboa e transformar a base aérea do Montijo num novo aeroporto.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 323 mil mortos e infetou quase 4,9 milhões de pessoas em 196 países e territórios.

Mais de 1,8 milhões de doentes foram considerados curados.

Portugal contabiliza 1.263 mortos associados à covid-19 em 29.660 casos confirmados de infeção, segundo o último boletim diário da Direção-Geral da Saúde (DGS) sobre a pandemia.

Relativamente ao dia anterior, há mais 16 mortos (+1,3%) e mais 228 casos de infeção (+0,8%).

Portugal entrou no dia 03 de maio em situação de calamidade devido à pandemia, depois de três períodos consecutivos em estado de emergência desde 19 de março.

Esta nova fase de combate à covid-19 prevê o confinamento obrigatório para pessoas doentes e em vigilância ativa, o dever geral de recolhimento domiciliário e o uso obrigatório de máscaras ou viseiras em transportes públicos, serviços de atendimento ao público, escolas e estabelecimentos comerciais.

O Governo aprovou novas medidas que entraram em vigor na segunda-feira, entre as quais a retoma das visitas aos utentes dos lares de idosos, a reabertura das creches, aulas presenciais para os 11.º e 12.º anos e a reabertura de algumas lojas de rua, cafés, restaurantes, museus, monumentos e palácios.

O regresso das cerimónias religiosas comunitárias está previsto para 30 de maio e a abertura das praias para 06 de junho.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório