Meteorologia

  • 29 NOVEMBRO 2021
Tempo
15º
MIN 9º MÁX 16º

Edição

Governo quer investimento em Angola e Moçambique

O secretário de Estado do Turismo, Adolfo Mesquita Nunes, afirmou hoje ter procurado facilitar encontros entre investidores portugueses e o seu homólogo angolano, bem como com representantes moçambicanos, para criar condições favoráveis ao investimento naqueles países.

Governo quer investimento em Angola e Moçambique
Notícias ao Minuto

22:59 - 02/12/13 por Lusa

Economia Turismo

Em Lisboa, em paralelo com a conferência internacional da Organização Mundial do Turismo (OMT) que arrancou hoje e decorre até terça-feira, os encontros entre empresários e responsáveis locais foram promovidos com o objetivo de desenvolver uma maior cooperação entre os países envolvidos.

"À margem da organização desta conferência entendi por bem juntar os empresários portugueses quer com o secretário de Estado do Turismo de Angola quer com os representantes do turismo de Moçambique porque me parece que é importante que as organizações internacionais não se fiquem apenas por colaborações protocolares", disse à Lusa Adolfo Mesquita Nunes.

O secretário de Estado do Turismo sublinhou os potenciais de crescimento de ambos os países e disse que o propósito é "tentar criar as condições para que esses investimentos possam surgir e fortalecer".

"O turismo é uma das áreas onde tem havido maior cooperação intergovernamental entre Portugal e os países africanos de língua oficial portuguesa e onde também o investimento português mais se tem feito sentir. A presença do secretário de Estado do Turismo de Angola em Portugal vem dar um sinal disso mesmo e é nossa intenção continuar a criar todas as condições para que o investimento português possa continuar a fazer-se em países como Angola e Moçambique porque têm de facto esse potencial de crescimento", acrescentou o secretário de Estado.

Adolfo Mesquita Nunes realçou que a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) abrange um dos mercados emissores que mais crescem, como o Brasil, mas também "um dos mercados recetores mais importantes do mundo que é Portugal", sublinhando a "posição geoestratégica" nacional no contexto da organização.

A CPLP e a OMT assinaram hoje um memorando de entendimento que "reconhece a importância da cooperação no domínio do turismo entre as duas organizações, dispostas a concertar os seus esforços e a trabalhar na realização de metas comuns", de acordo com comunicado da CPLP.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório