Meteorologia

  • 27 FEVEREIRO 2020
Tempo
17º
MIN 9º MÁX 19º

Edição

EuroBic. Isabel dos Santos sai, posição está à venda e há interessados

A saída da empresária angolana do capital do EuroBic foi confirmada na quarta-feira.

EuroBic. Isabel dos Santos sai, posição está à venda e há interessados

Isabel dos Santos está de saída do capital do banco EuroBic. O anúncio foi feito pela própria instituição, no final de quarta-feira, e aconteceu poucos minutos depois de ter sido anunciado que a empresária angolana foi constituída arguida por alegada má gestão e desvio de fundos durante a passagem pela petrolífera estatal Sonangol.

Num comunicado enviado às redações, o EuroBic fez saber que a saída da empresária é "definitiva" e deverá concretizar-se "o mais brevemente possível".

Além disso, sublinha a instituição, a venda da posição de Isabel dos Santos está já a decorrer e já há interessados: "A operação de alienação da sua participação foi já iniciada, a qual, face à existência de interessados, tem assegurada a sua concretização a muito breve prazo, sujeita, nos termos da lei, à prévia autorização das autoridades competentes", pode ler-se no comunicado. 

O banco refere ainda que foi dado "conhecimento prévio" ao Banco de Portugal (BdP) de todas estas decisões. De facto, o BdP já tinha solicitado ao EuroBic informações sobre o processo conhecido por Luanda Leaks. 

Isabel dos Santos constituída arguida em Angola

A empresária Isabel dos Santos foi constituída arguida por alegada má gestão e desvio de fundos durante a passagem pela petrolífera estatal Sonangol, anunciou a Procuradoria-Geral da República de Angola. Além da empresária há, pelo menos, outros quatro arguidos, entre eles portugueses.

O anúncio foi feito pelo procurador-geral, Heldér Pitta Grós, em declarações à imprensa angolana em Luanda. De sublinhar que Hélder Pitta Grós está em Lisboa, esta quinta-feira, para se reunir com a PGR portuguesa.

O processo de inquérito aberto na sequência de uma denúncia do presidente do conselho de administração da petrolífera, Carlos Saturnino, já foi transformado em processo-crime e há mais arguidos, nomeadamente portugueses.

Quem são esses arguidos? Desde logo, a empresária e filha do ex-Presidente angolano Isabel dos Santos, Sarju Raikundalia, ex-administrador financeiro da Sonangol, Mário Leite da Silva, gestor de Isabel dos Santos e presidente do Conselho de Administração do BFA, Paula Oliveira, amiga de Isabel dos Santos e administradora da NOS e Nuno Ribeiro da Cunha

Já esta quinta-feira, Mário Leite Silva, que era também presidente do Conselho de Administração do Banco de Fomento Angola (BFA), anunciou a renuncia a este cargo, com efeitos a partir de 22 de janeiro.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório