Meteorologia

  • 24 MARçO 2019
Tempo
22º
MIN 21º MÁX 23º

Edição

Luz Saúde 'rompe' acordo com o Instituto Social das Forças Armadas

Suspensão entra também em vigor a 15 de abril, tal como sucederá em relação à ADSE.

Luz Saúde 'rompe' acordo com o Instituto Social das Forças Armadas
Notícias ao Minuto

20:15 - 13/02/19 por Notícias Ao Minuto 

Economia Saúde

Tal como fez em relação à ADSE, a Luz Saúde anunciou esta quarta-feira que vai suspender o acordo que tinha com o Instituto Social das Forças Armadas. De acordo com a informação, que foi avançada pela SIC Notícias, esta suspensão também entrará em vigor também a 15 de abril.

O grupo privado de saúde justifica a decisão com o atraso significativo nos pagamentos. Em comunicado, adianta ainda que esta é uma situação financeiramente "muito penalizadora" para a rede Hospitais da Luz.

Saliente-se que, a Luz Saúde, assim com Grupo José de Mello Saúde, dos hospitais CUF, decidiram também esta semana suspender o acordo com a ADSE. 

A juntar-se a estes estará também o Grupo Lusíadas Saúde que está a estudar as opções para a "cessação das atuais convenções" com a ADSE. 

"O conselho de administração do grupo Lusíadas Saúde está a analisar opções para a cessação das atuais convenções existentes com a ADSE, por considerar que o imperativo de garantia de qualidade e segurança clínica dos seus clientes (beneficiários desse subsistema público) poderá vir a ser sistemicamente afetado com as regras e procedimentos atualmente vigentes", referia em comunicado o grupo, sem adiantar uma data sobre o fim do acordo com o subsistema de saúde do Estado. 

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório