Meteorologia

  • 19 NOVEMBRO 2018
Tempo
10º
MIN 10º MÁX 10º

Edição

Cobraram-lhe uma fatura prescrita? DECO recomenda que não pague

Para além disso, deve fazer uma reclamação junto da empresa que lhe prestou o respetivo serviço.

Cobraram-lhe uma fatura prescrita? DECO recomenda que não pague
Notícias ao Minuto

08:00 - 08/11/18 por Beatriz Vasconcelos 

Economia Empresas

O que fazer numa situação em que uma empresa de telecomunicações, água ou luz lhe cobra por serviços prestados há mais de seis meses? O melhor é não pagar e reclamar dessa mesma situação, recomenda a Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor (DECO). 

Isto, porque o "direito a cobrar o preço de um serviço público - água, luz, gás e telecomunicações - prescreve no prazo de seis meses após a sua prestação", explica a associação numa nota divulgada no seu site

Deste modo, caso uma empresa deste género decida cobrar-lhe pelos serviços já antigos, o consumidor deve invocar a prescrição. Esta ação deve ser realizada pelo titular do contrato com a respetiva empresa. 

"Envie uma carta registada com aviso de receção. Guarde uma cópia da carta e os registos de envio. O consumidor deve invocar a prescrição antes de efetuar o pagamento da fatura reclamada", adianta ainda a instituição. 

Para ajudar os consumidores a fazerem a reclamação junto das empresas, a DECO disponibiliza uma 'carta-tipo', que funciona como um modelo que pode ser seguido. A carta está disponível neste link

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório