Meteorologia

  • 16 AGOSTO 2018
Tempo
26º
MIN 21º MÁX 29º

Edição

Francisco Martins: O PT por detrás da 'explosão' de vários craques

André Silva, Ricardo Pereira, William Carvalho e Manuel Fernandes são alguns dos muitos jogadores que trabalham com o personal trainer, que revela, em exclusivo ao Desporto ao Minuto, os segredos para um maior rendimento em campo.

Francisco Martins: O PT por detrás da 'explosão' de vários craques
Notícias ao Minuto

08:10 - 26/04/18 por Fábio Aguiar 

Desporto Exclusivo

Numa altura em que a evolução, a concorrência e a competitividade fazem do futebol uma modalidade cada vez mais exigente do ponto de vista físico, técnico e mental, torna-se fundamental ter uma preparação minuciosa, que permita potenciar as qualidades e minorar as debilidades. Foi com esse intuito que Francisco Martins, personal trainer (PT) no ginásio Mr. Big Evolution, em Carcavelos, decidiu criar um plano direcionado para o treino específico de atletas de alta competição.

"A paixão é a palavra que define melhor aquilo que sou. Sou muito focado em tudo o que faço, não só no trabalho que desenvolvo com os atletas, mas também na avaliação que é necessária para perceber aquilo que cada um precisa mais. Penso que esse é o ponto-chave. Percebemos a personalidade que temos à frente, delineamos um sistema com o atleta para que ele perceba os seus pontos fortes e fracos e, a partir daí, potenciamos ao máximo as suas qualidades", explicou o PT, licenciado em Educação Física pela Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias de Lisboa, que conta na sua lista de clientes com dezenas de jogadores de topo, como Ricardo Pereira (FC Porto), Gonçalo Paciência (FC Porto), Rúben Dias (Benfica), Gelson Martins (Sporting), William Carvalho (Sporting), João Mário (West Ham) André Silva (AC Milan) ou Manuel Fernandes (Lokomotiv Moscovo). 

Notícias ao MinutoManuel Fernandes foi dos primeiros a recorrer aos serviços de Francisco Martins.© Instagram Francisco Martins PTW360

Todos estes craques partilham um objetivo comum: desenvolver as suas capacidades físicas para que o rendimento desportivo possa ser cada vez maior. Para o conseguirem, confiam inteiramente no plano delineado por Francisco Martins, que avalia ao detalhe cada jogador antes de criar aquilo que denomina de "identidade de trabalho".

"A nossa filosofia está alicerçada no processo de mentalizar o atleta sobre o que precisa de potenciar. Fazemos a avaliação, crio a caixa de ferramentas dos aspetos positivos e dos negativos e daí desenvolvemos a base de trabalho. Digo-lhes: 'Se estas são as tuas limitações, são pontos que te vão condicionar ao nível do jogo. Então, se queres passar para um nível superior, repara na caixa de ferramentas dos itens que podes melhorar'", revelou o treinador, de 27 anos, durante uma visita do Desporto ao Minuto ao Mr. Big Evolution.

Notícias ao MinutoAndré Almeida e André Carrillo fazem parte da longa lista de atletas que se prepara com o PT.© Instagram Francisco Martins PTW360

A humildade como chave de Ricardo Pereira e Manuel Fernandes 

Sempre colocando o profissionalismo em primeiro lugar, Francisco Martins confessa, porém, o privilégio de poder transformar essa relação de trabalho em (fortes) amizades. Apesar dessa cumplicidade, o PT garante que não poupa nas críticas nem na exigência, embora também elogie... quando merecem. É o caso de Ricardo Pereira, lateral do FC Porto. 

"Um dos grandes problemas do Ricardo Pereira tem a ver com a cadeia posterior ao nível das lesões. Então, através do sistema que nós montamos, percebemos os pontos em que temos que nos focar. Ele até podia trazer outros objetivos, mas não era isso que mais precisava. Focou-se e agora tem provado que esse empenho e dedicação valeram a pena", vincou, antes de apontar outro exemplo de extremo sucesso. 

Notícias ao MinutoSempre que os compromissos do FC Porto assim o permitem, Ricardo Pereira é presença assídua no Mr. Big Evolution.© Instagram Francisco Martins PTW360

"O Manuel Fernandes é o exemplo máximo de dedicação. Há três anos, na primeira vez que trabalhei com ele, estava na equipa B do Lokomotiv e nem jogava. Tinha tido problemas no clube, mas a maturidade dele foi a chave para dar a volta à situação. Neste momento, está a lutar para ser campeão na Rússia, é um dos melhores do campeonato e mantém-se na corrida pela presença no Mundial. Tudo isto graças à determinação e prazer de jogar, de treinar e de se manter mais quatro ou cinco anos no topo", elogiou.

O 'Xerife' a quem é imperativo dizer... "pára"

A realizar uma temporada de grande nível na estreia pela equipa principal do Benfica, Rúben Dias é um dos craques que Francisco Martins bem conhece. Durante o último verão, o treinador 'liderou' a preparação do central das águias para a nova época e, desde então, não tem dúvidas sobre as razões que têm mantido o jovem de 'pedra e cal' nas escolhas de Rui Vitória. 

"Lembro-me que estava aqui a trabalhar com o Ricardo Pereira e o Miguel Lopes, na mesma estação, e o treino tinha começado às 10h30 e eram cerca de 11h10 e já tinha chegado o Rúben Dias e o Iuri Ribeiro. Colocaram-se ali quase numa de fazer pressão e eu tive que dizer: 'Ruben, é só às 11h30.' E ele: 'Ah, mas mas decidimos vir mais cedo.' Mas lá está, essa vontade de começar logo é o reflexo do foco que ele tem no trabalho. É um jogador extremamente exigente e isso nota-se no rendimento que está a ter no Benfica. Não preciso de lhe dizer nada, ele já tem tudo na cabeça", sublinhou. 

Notícias ao MinutoRúben Dias trabalhou com Francisco Martins antes do arranque da pré-época, no verão.© Instagram Francisco Martins PTW360 

Que 'tiro' foi esse, Gonçalo?

Extremamente feliz com o rendimento que os seus 'alunos' têm demonstrado nos clubes que representam, Francisco Martins recorda com imensa satisfação os últimos meses de trabalho com Gonçalo Paciência. "É o exemplo maior de evolução. Começámos a trabalhar no início da época, indicámos ao V. Setúbal o trabalho que iríamos fazer e a equipa técnica percebeu de imediato que seria uma mais-valia, pois no ano passado já tínhamos feito o mesmo com o Venâncio. Sempre vi o Gonçalo como um jogador cheio de talento, com um enorme potencial e só era necessário identificar os pontos que ele precisava de trabalhar", assinalou, prosseguindo: "Depois dos primeiros quatro ou cinco jogos, ele começou a notar evolução, a dizer que já aguentava 90 minutos muito melhor, que se sentia mais rápido e forte e no momento do grande golo que ele fez na final frente ao Sporting, não sei porquê, disse para mim: 'Algo me diz que vai ser o último jogo no V. Setúbal.' Víamos que ele estava a atingir níveis muito elevados e isso refletiu-se em campo."

Notícias ao MinutoFrancisco Martins deixa rasgados elogios ao empenho e dedicação de Gonçalo Paciência.© Instagram Francisco Martins PTW360

Uma vocação descoberta... no Facebook

Este 'boom' de trabalho com jogadores de alta competição é um fenómeno relativamente recente na carreira de Francisco Martins e que começou... no Facebook. "Quando estava a acabar o curso de personal trainer fiz uma página no Facebook, publiquei uns vídeos a fazer uns exercícios individuais e um certo dia recebi uma mensagem do Jorge Teixeira a perguntar se poderia fazer a preparação dele, que na altura ia transferir-se para o Standard Liège. Até achei um pouco estranho porque se tratava mesmo de um jogador profissional e foi uma grande surpresa. Foi aí que tudo começou. Lembro-me que levava o material todo e trabalhávamos ali na Expo. Percebi também que este trabalho individual era um foco que os jogadores não tinham, comecei a investigar e verifiquei era muito escasso no nosso país", recordou, acrescentando: "Depois veio o Manuel Fernandes e o Tiago Gomes, que eu já conhecia, e assim sucessivamente."

Notícias ao MinutoAndré Silva surpreendeu Francisco Mendes pelo tremendo empenho e perfecionismo. © Instagram Francisco Martins PTW360

A conversa (e o sonho) com... Cristiano Ronaldo

Para Francisco Martins, o melhor elogio que pode receber vindo dos que com ele trabalham é mesmo "o regresso deles ao ginásio". O personal trainer alerta para a necessidade de os jovens terem a consciência de que é cada vez mais determinante este tipo de "trabalho em horas extra" e dá o exemplo daquele que é para muitos o expoente máximo de profissionalismo. 

"Os jogadores que se mantêm mais tempo no topo são os mais inteligentes, aqueles que estudam mais, que investem mais em si e que lêem. Só assim conseguem melhorar. E o Cristiano Ronaldo é o espelho disso mesmo", frisou, lembrando o momento em que conheceu o melhor do Mundo.

"Quando estive de férias, tive o privilégio de trocar algumas palavras com ele e percebi que, de facto, é um atleta extremamente inteligente e exigente do ponto de vista do conhecimento relativo ao que o corpo precisa, desde a alimentação, a nutrição, a mentalidade, a recuperação e o treino. Por isso é que um dos meus sonhos, se é que assim posso chamar, é mesmo poder um dia vir a trabalhar, ou apenas trocar novas ideias, com ele. Este tipo de atletas que estão no topo têm que ser inteligentes e têm que compreender anatomia, fisiologia... Se investirem em si, estão mais perto do sucesso", sentenciou.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório

Os cookies ajudam-nos a melhorar a sua experiência como utilizador.

Ao utilizar o nosso website, está a aceitar o uso de cookies e a concordar com a nossa política de utilização.