Meteorologia

  • 21 JUNHO 2024
Tempo
22º
MIN 14º MÁX 24º

"A convocatória do Europeu representa o trabalho dos últimos 18 meses"

Selecionador nacional chamou 26 jogadores para o Campeonato da Europa. Campeão Sporting tem apenas um jogador e o Paris Saint-Germain é o clube mais representado.

"A convocatória do Europeu representa o trabalho dos últimos 18 meses"
Notícias ao Minuto

14:05 - 21/05/24 por Notícias ao Minuto

ao minuto Ao Minuto Desporto Roberto Martinez

O selecionador nacional Roberto Martínez deu a conhecer, ao início da tarde desta terça-feira, os 26 convocados para o Campeonato da Europa deste verão.

Numa lista sem grandes novidades, o técnico espanhol fez questão de frisar que a convocatória para este Europeu é o resultado de 18 meses de trabalho, onde se incluiu o período de apuramento.

Martínez disse ter sentido dificuldades em deixar de fora jogadores que estiveram na caminhada rumo à fase final, como Ricardo Horta, e frisou a importância do estágio de março para a definição dos eleitos desta lista final. Confessou que Francisco Trincão e Pote tiveram "azar" por terem falhado o último estágio da equipa das quinas.

Além disso, Roberto Martínez ressaltou a importância da mistura entre experiência e a juventude do grupo de trabalho, frisando que essa situação pode ajudar a equipa a sonhar mais alto no Euro'2024.

Fique abaixo com o essencial das declarações de Roberto Martínez:

Leia Também: Roberto Martínez divulga hoje as escolhas de Portugal para o Euro'2024

Termina a conferência de imprensa

Rodrigo Querido | há 1 mês

Está encerrada a conferência de imprensa de Roberto Martínez. O primeiro treino aberto à comunicação social é dia 2 se junho.

Foi importante para si falar com jogadores que podiam estar nos eleitos?

Rodrigo Querido | há 1 mês

"É uma situação difícil, ter jogadores que trabalharam no duro e fizeram parte da fase de apuramento. O Toti é um exemplo, o João Mário, o Ricardo Horta, o Bruma, o Matheus Nunes, o Jota Silva. Temos jogadores favoritos. É normal os adeptos terem as suas escolhas, o treinador de bancada faz parte do processo. Mas é difícil para a equipa técnica e para mim deixar esses jogadores fora. Não falei com ninguém porque é algo que faz parte, é a tomada de decisão. O único jogador a quem liguei foi ao Ricardo Horta porque fiquei triste por não fazer parte do grupo."

Portugal é das seleções que levam mais jogadores da Arábia para o Euro

Rodrigo Querido | há 1 mês

"Não fazemos escolhas tendo em conta onde os jogadores jogam. Queremos é criar a melhor equipa e chamar os 26 jogadores que fazem a melhor equipa. Acompanhamos o desempenho individual dos jogadores e o papel que têm no balneário. Há jogadores que têm papéis secundários em balneários importantes e outros que têm papéis importantes em balneários menos exigentes. Desde março de 2023 até agora, temos muita informação e criámos isso. Não tem a ver com as ligas e as competições. O Cristiano é o nosso capitão, mas a minha relação é de muita exigência e de muito orgulho porque gosto muito da forma como os jogadores representam a seleção. E da relação entre os jogadores no balneário."

Jogadores mais novos na seleção podem ocupar lugar no onze?

Rodrigo Querido | há 1 mês

"Acho que os balneários ganhadores têm jogadores que controlam momentos diferentes. Hoje é o primeiro passo, depois é [preciso] criar uma competitividade no treino para permitir aos jogadores terem minutos no relvado. Não tenho o onze inicial do primeiro jogo. Gostamos de trabalhar no dia a dia e uma meritocracia é importante. As idades não importam. É o que os jogadores podem fazer no dia a dia e depois é escolher o que pode acontecer durante os jogos. Hoje em dia há cinco substituições nas duas equipas, o jogo termina com 10 jogadores diferentes. Precisamos de ser uma equipa forte com os 26 jogadores, não precisamos de 11 mais 15. A razão do sucesso é essa."

Por que razão não optou por chamar jogadores extra como na Bélgica?

Rodrigo Querido | há 1 mês

"É uma boa pergunta, mas uma pergunta hipotética. Todas as convocatórias são diferentes, todos os torneios são diferentes. Acho que, para nós, é importante ter clareza quanto aos 26 jogadores que estão na lista. Depois, temos oportunidade de ter uma pré-lista, que está em stand-by, para apoiar caso aconteça um momento em que precisamos de tomar outra decisão. No Mundial'2018, ficámos 24 jogadores até ao dia antes do primeiro jogo porque tínhamos um lesionado. Agora, acho que a melhor decisão é ter um grupo de 26. Temos de dar um plano individual aos jogadores. É importante, o fim da época. Os nossos jogadores fizeram muitos jogos nos clubes e precisam de estar desligados durante sete dias. Precisam desse plano individual para se prepararem, mas não precisamos de mais ninguém na lista."

Palavra ao adeptos do Sporting porque o campeão tem apenas um escolhido

Rodrigo Querido | há 1 mês

"Gostaria primeiro de dar os parabéns ao Sporting, acho que fez uma época ótima. Falei disso, sim. O Trincão teve azar, esteve na lista de março, mas estava lesionado. O Pedro Gonçalves não entrou. A lista não é deixar jogadores fora, o foco não é esse. O foco são os que estão dentro. Fizemos 10 jogos na fase de apuramento, um apuramento impecável, e há muita competitividade. A seleção somos todos, não é para entrar nessas rivalidades de camisolas. Há muitos jogadores que já representaram o Sporting como o Bruno Fernandes e o Palhinha. O Sporting é muito importante para ter jogadores na seleção. Mas a convocatória do Europeu representa o trabalho dos últimos 18 meses. A mensagem para os jogadores que não estão na lista é que depois do Europeu recomeçamos este período e sempre têm o sonho e a esperança de vir à seleção num futuro muito próximo."

Quando soube que podia convocar 26, ficou mais ou menos satisfeito?

Rodrigo Querido | há 1 mês

"Na minha opinião, acho que é importante ter 26 jogadores. O jogo moderno tem cinco substituições e precisamos de trabalhar durante o treino. Depois dos jogos, o grupo é mais reduzido, e ter 26 permite que os jogadores tenham experiências para o futuro também. Não tem a ver com o número de minutos que eles jogam, mas sim com o papel. Os 26 jogadores são essenciais para ganhar. Há jogadores que não têm minutos, mas a experiência permite ao país continuar a progredir e melhorar. Faz parte. A nossa responsabilidade como selecionador e equipa técnica é criar experiências para os jogadores poderem ganhar jogos em torneio no futuro. Para nós é um exemplo muito bom porque temos muitos jogadores para escolher. É difícil, para nós, preencher 26 lugares com 34 ou 35 jogadores bons que temos. É uma boa notícia para o futebol português e para nós."

Francisco Conceição só veio a uma convocatória e passou outros nomes

Rodrigo Querido | há 1 mês

"Ainda não, ainda não falei com o Chico. Acho que de janeiro até ao fim da época foi um jogador diferente. Joga com o pé esquerdo, é vertical, tem uma boa personalidade para mudar o jogo. É um 'espalha brasas' de um nível excecional. É um jogador diferente. Foi muito importante o facto de ter um estágio em março que foi impactante. A segunda parte contra a Eslovénia foi decisiva. No futebol, um jogador precisa de estar no momento pronto e numa forma correta, e acho que ele é um bom exemplo de um jogador num momento ótimo e que aproveitou a sua oportunidade em março."

Três jogadores do campeonato saudita e o ritmo baixo

Rodrigo Querido | há 1 mês

"Podemos falar de competições, de patamares. O importante é o que o jogador pode trazer individualmente à equipa. O Rúben Neves teve um período importante durante o apuramento. Hoje não é um dia de fazer uma lista para o Europeu. Se fosse a primeira lista, seria necessariamente diferente. Aqui estamos a representar o trabalho de quase 18 meses. Rúben Neves e Otávio nesse período, assim como Matheus Nunes nesse período, mostraram o que podem aportar à seleção. As decisões têm a ver com o nível individual a que os jogadores estão. O nível da competição não é um problema, é mais uma questão de número de minutos, jogos, momento pessoal e o papel dentro da seleção. Para nós, o Otávio, o Cristiano e o Rúben Neves estão a um nível importante para o nosso balneário."

Ausência de Toti Gomes e se a lista será definitiva

Rodrigo Querido | há 1 mês

"O Toti é um jogador com um perfil claro, um central fisicamente muito forte, de pé esquerdo. Teve azar que o número de centrais são 5. O Toti é o 6.º central. Não posso ser mais honesto. Acho que não é fácil ver jogadores como o Toti, o Matheus Nunes, o Ricardo Horta, Bruma ou o Jota Silva, que tiveram um papel durante o apuramento, e que agora não podem entrar. Fazem parte do futuro da seleção, sem dúvida. Temos 26 jogadores. Agora há três ou quatro jogos para terminarem as épocas nos clubes, e há uma pré-lista para se houver alguma lesão ou problema. Mas essa pré-lista é clara. Há um total de 42 jogadores. Tem a ver com perfis, com posições, com a necessidade de haver uma troca e encontrar uma solução em relação ao perfil que precisamos. Se for preciso trocar jogadores, olharemos individualmente para o que precisamos. Mas até dia 17 de junho podemos alterar a lista, como sabem."

Continua a apostar nos três centrais? Vai regressar a 15 de julho?

Rodrigo Querido | há 1 mês

"É importante ter uma flexibilidade tática. Levamos cinco centrais porque precisamos disso, podemos formar uma linha de três, até fazê-lo com jogadores que não são centrais como fizemos na fase de apuramento. Acho que mostrámos que a equipa pode ter flexibilidade tática. O jogo particular contra a Finlândia, que joga numa linha de cinco, e contra a Geórgia são boas oportunidades, jogam com linhas de cinco também. A Turquia e a Chéquia jogam numa linha de quatro. Temos cinco centrais, acho que é necessário para equilibrar a lista. O primeiro dia de treino é hoje, mas o primeiro dia oficial de treino é dia 3. E aí começa a preparação. Mas gostaria que todos os adeptos comecem a trabalhar pela seleção para estarmos todos juntos em Alvalade contra a Finlândia."

O que pode prometer aos portugueses? Qual o cognome da seleção?

Rodrigo Querido | há 1 mês

"Faz parte da preparação ter um sonho. Eu acho que para nós, a seleção é isso, é um sonho. Todos os dias são uma oportunidade para alcançar objetivos, conseguir o que todos nós, adeptos e portugueses, queremos fazer. A seleção é isso, partilhar essa paixão das nossas vidas. Gostaria que a seleção fosse tudo o que os nossos adeptos acham que a seleção pode ser. Posso prometer isso. A dedicação, o compromisso, o esforço, tudo o que os jogadores podem dar para mostrar da melhor forma o que a seleção representa para as nossas famílias. Nome? É difícil, mas gostaria de utilizar o período de preparação para pensar bem e dar uma resposta boa. [Os sonhadores?] Pode ser, mas gostaria de estar mais perto e controlar o sonho. Vamos pensar nisso."

Como se compara a preparação de Portugal com a da Bélgica?

Rodrigo Querido | há 1 mês

"É uma pergunta muito boa, mas muito difícil porque nunca olho para mim. O selecionador está aqui para relançar o trabalho dos jogadores e fazer uma equipa melhor, tentar dar tudo para termos vantagens táticas no relvado. A Federação é muito profissional, como selecionador e equipa técnica temos tudo para chegar ao nível máximo. Precisamos de utilizar todos os dias juntos para crescer. Quando me reformar, um dia podemos falar e olhar para trás. Como selecionador, não gosto de falar do meu trabalho, mas sim do que nós podemos conseguir enquanto equipa. O talento dos jogadores é fácil de medir. Gostaria de transmitir a qualidade pessoal dos jogadores e a forma de mostrar orgulho para jogarem pela seleção, isso é muito importante para mim e dá-me muito orgulho e força."

Como vai decorrer o estágio? Os pontos essenciais para o êxito?

Rodrigo Querido | há 1 mês

"O período de preparação é um período muito bom porque acho que é importante ter três jogos particulares com os nossos adeptos, isso é essencial para podermos melhorar a parte psicológica do grupo. Temos também a oportunidade de trabalhar nas nossas instalações, na Cidade do Futebol, e de tratar cada jogador individualmente para que possam dar tudo pela equipa. O importante para nós é crescer durante o torneio. O apuramento deu-nos três jogos, e o objetivo da equipa é poder crescer todos os dias e utilizar esses três jogos para crescermos juntos. O compromisso, o esforço e a dedicação, dar tudo pela equipa num período de 24 ou 25 dias, é essencial para alcançar os nossos objetivos."

Mistura entre experiência e juventude faz convocatória perfeita?

Rodrigo Querido | há 1 mês

"Temos continuidade, que é importante para trabalhar conceitos. Gostamos de flexibilidade tática, mas temos jogadores com experiência, jogadores novos. O momento de forma do Francisco Conceição é importante. Temos opções para jogar com uma linha de cinco, de três, de quatro... de jogar com dois pontas-de-lança também. Acho que essa mistura do grupo a nível de pessoas é perfeita."

Qual o jogador que lhe custou mais deixar de fora?

Rodrigo Querido | há 1 mês

"Não gosto de falar de nomes em específico, mas acho que preciso de falar de um jogador que foi muito, muito difícil deixar fora, que é o Ricardo Horta. É um exemplo, um jogador técnica e taticamente que é um sonho para um treinador. Mas há outros jogadores que são especialistas em posições que precisamos para o que queremos fazer contra a Chéquia, a Turquia e a Geórgia. Foi impossível deixá-los de fora, mas ele fez tudo para estar na lista."

Hesitou em convocar Pepe? Como avalia o atual momento de Cristiano?

Rodrigo Querido | há 1 mês

"Temos um balneário muito interessante porque temos jogadores de gerações diferentes. Os nomes do Pepe e do Cristiano são de uma geração diferente relativamente à do Bernardo, do Rúben Dias, do João Neves e António Silva. O papel do Pepe no balneário é importante, a exigência pessoal e a forma de representar a camisola da seleção. Acho que, durante o estágio, o futebol é uma luta constante. E foi interessante ver o Pepe fazer dois jogos em março e manter a baliza a zeros durante os 90 minutos em que jogou. A sua comunicação, o seu posicionamento, fazem com que, quando está apto, o Pepe seja um jogador muito importante. Cristiano Ronaldo? É melhor falar dos dados. É um jogador que marca 42 golos em 41 jogos pelo seu clube, e isso mostra uma continuidade e capacidade física de estar sempre apto, além da qualidade que tem à frente da baliza que gostamos muito e precisamos."

Campeão Sporting só com um jogador na lista. Lesões de Pepe e Pedro Neto

Rodrigo Querido | há 1 mês

"Na minha experiência em convocados para competições de seleções, e dentro da nossa forma de trabalhar, não foi possível para um jogador entrar nesta lista do Europeu se não fez parte dos últimos seis estágios da seleção. Acho que temos muitos jogadores, tivemos um apuramento impecável e temos decisões difíceis que têm de ser tomadas para ter uma equipa equilibrada e todas as opções de que precisamos. Claramente acho que o Trincão e o Pedro Gonçalves tiveram uma época excepcional, mas tiveram azar porque o estágio de março era importante para eles. Agora, para entrar na lista, precisamos de jogadores que saiam da lista. Com muita responsabilidade, honestidade e trabalho, as decisões têm em conta o que precisamos de fazer no Europeu. É importante sempre ter uma decisão médica quanto aos jogadores, que estão aptos. Só Raphael Guerreiro, que foi muito importante para nós, tem um perfil e é uma pessoa especial, não está apto para o começo da preparação. Os outros: Pedro Neto entrou, fez o último jogo da época, Diogo Jota também está apto e Pepe também para o começo de preparação. Não há risco, é o risco normal. No futebol podem acontecer acidentes, mas acho que não estamos a correr riscos. Temos uma boa mistura de experiência e pernas frescas, com miúdos. É uma lista de 26 jogadores que dará uma boa resposta."

Desfeitas as dúvidas. Os convocados de Roberto Martínez para o Europeu

Rodrigo Querido | há 1 mês

Ponto final nos rumores. Roberto Martínez deu a conhecer esta terça-feira os 26 convocados para o Euro'2024, na Alemanha.

Guarda-redes: Diogo Costa (FC Porto), Rui Patrício (AS Roma) e José Sá (Wolverhampton).

Defesas: António Silva (Benfica), Danilo (PSG), Gonçalo Inácio (Sporting), João Cancelo (Barcelona/Manchester City) Rúben Dias (Manchester City), Diogo Dalot (Manchester United) e Pepe (FC Porto), Nélson Semedo (Wolverhampton), Nuno Mendes (PSG).

Médios: Bruno Fernandes (Manchester United), João Palhinha (Fulham), Otávio (Al Nassr), Rúben Neves (Al Hilal), Vitinha (PSG), João Neves (Benfica) e Bernardo Silva (Manchester City).

Avançados: Cristiano Ronaldo (Al Nassr), Gonçalo Ramos (PSG), Rafael Leão (AC Milan), João Félix (Barcelona/Atlético de Madrid),  Diogo Jota (Liverpool), Francisco Conceição (FC Porto), Pedro Neto (Wolverhampton). 

Sala de imprensa aguarda pelo selecionador nacional

Francisco Amaral Santos | há 1 mês

A sala de imprensa na Cidade de Futebol, em Oeiras, já está bem composta, com os jornalistas a aguardarem a chegada de Roberto Martínez. O selecionador nacional irá começar por anunciar os 26 nomes que compõem o lote de convocados, antes de responder às questões dos jornalistas presentes. 

Quem serão as surpresas de Martínez?

Francisco Amaral Santos | há 1 mês

Francisco Conceição, Jota Silva, Paulinho, Trincão ou Pote podem ser as surpresas promovidas pelo selecionador nacional. 

Dúvidas desfeitas dentro de meia hora

Francisco Amaral Santos | há 1 mês

Faltam apenas 30 minutos para Roberto Martínez entrar na sala de imprensa e divulgar, um a um, os 26 jogadores convocados para o Euro'2024. Todas as dúvidas ficarão desfeitas. 

Os particulares antes da partida para a Alemanha

Lusa | há 1 mês

Antes de partir para solo germânico, a seleção nacional vai realizar três jogos de preparação, frente a Finlândia (04 de junho, no Estádio José Alvalade), Croácia (08 de junho, no Estádio Nacional) e República da Irlanda (11 de junho, em Aveiro).

O calendário de Portugal no Euro'2024

Lusa | há 1 mês

No Euro2024, Portugal vai disputar o Grupo F juntamente com República Checa (em 18 de junho, em Leipzig), Turquia (22, em Dortmund) e Geórgia (26, em Gelsenkirchen).

 O Euro2024 vai decorrer de 14 de junho a 14 de julho.
 

Grandes dúvidas na frente de ataque

Rodrigo Querido | há 1 mês

Na frente de ataque residem as maiores dúvidas. Francisco Conceição e Trincão, chamados para os particulares de março, podem estar na lista fina de Roberto Martínez, mas Jota Silva e Pote também terá uma palavra a dizer. Paulinho também poderá ser chamado.

Francisco Conceição brilha no Dragão e reclama vaga na lista de Martínez

Francisco Conceição brilha no Dragão e reclama vaga na lista de Martínez

Extremo português de 21 anos mostra-se cada vez mais decisivo no FC Porto e ainda luta por um lugar nos 26 jogadores que serão convocados para representar a seleção nacional no Euro'2024.

Francisco Amaral Santos | 08:01 - 14/05/2024

Convocatória não deve ter grandes surpresas

Rodrigo Querido | há 1 mês

A convocatória de Roberto Martínez não deverá contar com grandes surpresas. A maior dúvida será mesmo a presença de Raphaël Guerreiro, que se lesionou no último mês, assim como Pepe, que tem estado a contas com problemas físicos no FC Porto.

CR7 mais 25. Quem vai e quem sonha estar na lista de Portugal para o Euro

CR7 mais 25. Quem vai e quem sonha estar na lista de Portugal para o Euro

Roberto Martínez dirige-se aos portugueses já na próxima terça-feira para anunciar a convocatória.

Miguel Simões | 07:33 - 16/05/2024

Recomendados para si

;

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório