Meteorologia

  • 19 MAIO 2024
Tempo
14º
MIN 13º MÁX 21º

FC Porto vai do 'susto' à festa e junta-se ao Sporting na final da Taça

Dragões voltaram a bater o Vitória SC e garantiram o último ‘bilhete’ para o Jamor.

FC Porto vai do 'susto' à festa e junta-se ao Sporting na final da Taça

O FC Porto carimbou, ao início da noite desta quarta-feira, o passaporte para a tão aguardada final da Taça de Portugal, graças ao triunfo conquistado na receção ao Vitória SC, por 3-1, que se seguiu ao outro, por 0-1, que já tinha assegurado, em Guimarães, há, precisamente, duas semanas.

Os dragões ainda passaram por um valente ‘susto’, visto que os vimaranenses conseguiram adiantar-se no marcador, ao segundo minuto, por intermédio de Afonso Freitas. No entanto, deram a volta, à ‘boleia’ dos golos de Mehdi Taremi e Francisco Conceição, que resolveram, de uma vez por todas, a eliminatória.

Que ‘sufoco’ é este?

Após a garantia matemática de que o título de campeão nacional já não seria possível, a pressão que se abateu sobre o estádio do Dragão foi palpável, e teve como consequência um jogo partido, de completo ‘sufoco’, com a sensação de que, a qualquer instante, qualquer coisa poderia acontecer.

E, logo ao segundo minuto, aconteceu mesmo. Após um lançamento de linha lateral realizado por Jota Silva, a defesa do FC Porto realizou uma ‘soneca’ coletiva, e deixou Nélson Oliveira assistir, de cabeça, para o golo de Afonso Freitas, que só teve de empurrar para a baliza à guarda de Cláudio Ramos.

A eliminatória estava empatada, e os homens de Sérgio Conceição viram-se obrigados a fazer pela vida. Instalaram-se, de imediato, no meio-campo adversário, e, ao 11.º minuto, ensaiaram o primeiro lance de perigo, quando Wenderson Galeno ‘bailou’ da ala esquerda para o centro e atirou rasteiro, para as mãos de Charles Silva.

O domínio era claro, e, ao 25.º minuto, traduziu-se em golo. Charles Silva derrubou Francisco Conceição, cometendo uma grande penalidade que toda a gente viu… menos Artur Soares Dias, que teve de recorrer ao VAR para apontar para a marca dos 11 metros, de onde Mehdi Taremi atirou a contar.

Ainda antes do apito para o intervalo, Pepe teve tudo para consumar a ‘cambalhota’ no marcador, mas, completamente solto no coração da grande área, cabeceou para uma defesa ‘gigante’ de Charles Silva. No entanto, em cima do apito para o intervalo, o brasileiro nada pôde fazer para desviar o remate certeiro de Francisco Conceição.

De ‘susto em susto’, até ao alívio final

O FC Porto regressou dos balneários notavelmente mais tranquilos, e conseguiram, por fim, impor algum controlo no jogo. No entanto, a primeira oportunidade do segundo tempo até pertenceu ao Vitória SC. Mais precisamente, a Tiago Silva, que, com um ressalto pelo meio, quase surpreendeu Cláudio Ramos.

Um lance que deu alento aos vimaranenses, que, aos poucos, foram começando a reentrar no jogo. Aos 59 minutos, Kaio César ameaçou o golo, de cabeça, mas a noite era mesmo dos dragões, que ‘mataram’ a eliminatória, aos 76 minutos, quando Romário Baró lançou Pepê para o golo da tranquilidade.

Sem mais alterações no marcador, o FC Porto marca encontro com o Sporting, na final da Taça de Portugal, para o próximo dia 26 de maio, no Estádio Nacional, no Jamor, onde terá a derradeira oportunidade para evitar despedir-se da temporada 2023/24 sem um único troféu conquistado.

Momento do jogo: Com o Dragão ‘em chamas’, sob risco de perder, também, a possibilidade de disputar a final da Taça de Portugal, Francisco Conceição não se deixou afetar, e, à beira do apito para o intervalo, ‘disparou’ para o 2-1, que permitiu o FC Porto encarar a segunda parte com outra tranquilidade.

Onzes

FC Porto: Cláudio Ramos; João Mário, Otávio Ataíde, Pepe, Wendell; Nico González, Alan Varela, Pepê; Francisco Conceição, Wenderson Galeno e Mehdi Taremi.

Vitória SC: Charles Silva; Bruno Gaspar, Manu Silva, Toni Borevkovic, Jorge Fernandes, Afonso Freitas; Tomás Handel, Nuno Santos, Thiago Silva; Jota Silva e Nélson Oliveira.

Antevisão

FC Porto e Vitória SC irão disputar, esta quarta-feira, no estádio do Dragão, aquele que é o segundo e último 'bilhete' para a tão aguardada final da Taça de Portugal, onde já se encontra o Sporting, que, recorde-se, deixou para trás o Benfica, por um resultado agregado de 3-4.

Os dragões estão, neste momento, em vantagem na eliminatória, fruto do triunfo alcançado no Estádio D. Afonso Henriques, em Guimarães, há, precisamente, duas semanas, por 0-1, à 'boleia' de um remate certeiro de Pepê.

No entanto, desde então, os homens de Sérgio Conceição não mais conheceram o 'sabor' do triunfo, visto que empataram com o Famalicão e perderam... com os vimaranenses, também em casa, por 1-2, na 28.ª jornada da I Liga.

O FC Porto-Vitória SC irá contar com a arbitragem de Artur Soares Dias, juiz da Associação de Futebol do Porto, e pode acompanhá-lo, a partir das 20h15 (hora de Portugal Continental), no Desporto ao Minuto.

Leia Também: Pinto da Costa critica Villas-Boas sobre Conceição: "Irresponsabilidade"

Recomendados para si

;

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório