Meteorologia

  • 27 MAIO 2024
Tempo
16º
MIN 14º MÁX 22º

"Não há como esconder". Rúben Amorim assume que o título está mais perto

A reação do treinador do Sporting ao triunfo sobre o Famalicão, por 0-1, na zona de entrevistas rápidas da Sport TV.

"Não há como esconder". Rúben Amorim assume que o título está mais perto
Notícias ao Minuto

22:30 - 16/04/24 por Notícias ao Minuto

Desporto Sporting

Análise: Haveria um dia em que só marcaríamos um, e foi este. Sofremos zero, e isso deu-nos a vitória. Sabíamos que, com o desenrolar do campeonato, este tipo de jogos tornam-se muito difíceis. Era uma equipa que vinha de um bom momento, sem grande responsabilidade, e nós com a pressão de querermos ganhar para chegar ao objetivos, mas estivemos sempre mais perto do golo, principalmente, na primeira parte, com um controlo muito grande. Só nós é que complicámos o jogo, com alguns passes para o meio que davam ressaltos e transições. Controlámos bem o jogo até aos últimos dez minutos. Depois, foi agarrarmo-nos uns aos outros para levarmos a vantagem. Tivemos oportunidades para matar o jogo, não conseguimos. É uma vitória que nos sabe bem.

Sofrimento no final: É sempre escusado, mas faz parte. Se calhar, sofremos hoje para não sofrermos mais à frente, não sabemos. Sabemos que os jogos vão-se tornando complicados, e nós, ao não conseguirmos marcar o segundo golo, perdemos a capacidade de ter bola, e o Famalicão pressionou-nos mais. Mas controlámos bem, sem grandes oportunidades do Famalicão, e ganhámos.

Vitória justa: Ganhámos bem, porque estivemos sempre mais perto do golo. Controlámos claramente, na primeira parte. Só com algumas faltas e cantos é que o Famalicão chegava à nossa baliza. Nós, sem grandes oportunidades, mas a controlar o jogo com bola. Fomos a melhor equipa em campo, num jogo com várias fases, mas fomos mais competentes.

Aposta em Daniel Bragança: O Dani tinha feito duas recuperações onde vinha atrás do jogador a fazer pressão, e já tinha amarelo. Os amarelos condicionam muito, porque não podemos ficar com menos um jogador. Ele provou, mais uma vez, que fez um excelente jogo. Só saiu por causa do cartão amarelo. Está a lutar por um lugar. De acordo com as caraterísticas e o momento do jogadores, vamos apresentando a equipa que achamos melhor.

Daniel Bragança quase marcou: Sim, no início do jogo, numa grande oportunidade, com um grande remate. Mas, mais do que isso, é a forma como joga, como defende, como liga o jogo. Está muito bom jogador.

Viktor Gyokeres não marcou: Ele faz sempre o seu trabalho. Fica muito stressado se não marca, mas ajuda a equipa. Hoje, fez o que tem vindo a fazer. Esticou a equipa, segurou a bola, cansou os defesas... Não marcou, mas vai marcar, mais à frente.

Título já não escapa: É como se tivéssemos zero pontos de vantagem. Não podemos facilitar e temos de levar isto o máximo para a frente sem perder pontos, sem dar esperança a ninguém, muito competentes. Vamos precisar do nosso público para nos ajudar contra o Vitória SC.

Passo importante: Sem dúvida, não há como escondê-lo.

Recomendados para si

;

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório