Meteorologia

  • 13 ABRIL 2024
Tempo
26º
MIN 16º MÁX 29º

Paris'2024: COP muito preocupado com indefinição desportiva de Pichardo

O presidente do Comité Olímpico de Portugal (COP), José Manuel Constantino, assumiu hoje estar muito preocupado com a indefinição desportiva de Pedro Pablo Pichardo, campeão olímpico do triplo salto.

Paris'2024: COP muito preocupado com indefinição desportiva de Pichardo
Notícias ao Minuto

17:57 - 29/02/24 por Lusa

Desporto Comité Olímpico de Portugal

À margem da apresentação de um protocolo entre o COP e a TAP, tendo em vista os Jogos Olímpicos Paris2024, em declarações à agência Lusa, José Manuel Constantino foi perentório a responder se estava preocupado em relação à situação atual de Pichardo.

"Muito. Ele está lesionado, está a ser tratado e acompanhado, mas, simultaneamente, há um processo desportivo, de filiação, que não está assegurado. Há um conflito latente com o clube, que, até à presente data, ainda não terá sido ultrapassado", afirmou o dirigente olímpico.

Pichardo, de 30 anos, não compete desde maio de 2023 e, em divergência com o Benfica, clube com o qual está ligado contratualmente até aos Jogos Olímpicos Los Angeles2028, ainda não aceitou o processo de filiação na plataforma da Federação Portuguesa de Atletismo (FPA).

"Sem a filiação desportiva do atleta, seja qual for o clube, e mesmo que esteja superada a questão da lesão, há um impedimento do ponto de vista da participação desportiva. Portanto, é necessário que, por um lado, se resolva a situação da filiação desportiva e, simultaneamente, o atleta possa recuperar da lesão que o tem afetado há vários meses", explicou.

Depois do ouro nos Jogos Olímpicos Tóquio2020, disputados em 2021, Pichardo conquistou os títulos mundiais e europeus ao ar livre, em 2022, e o continental em pista coberta, em 2023, antes de falhar os Mundiais Budapeste2023, por lesão.

Constantino recordou ter falado com o atleta "há muitos meses", desconhecendo se, desde então, houve conversações com o clube ou com a FPA.

"Eu falei com todas as partes. Inclusivamente, com o atleta por iniciativa dele. E à FPA manifestei a nossa disponibilidade para moderar o que estiver ao nosso alcance. Também não quero, nem devo, invadir áreas de intervenção desportiva que não competem ao COP. O COP está preocupado e manifestou essa preocupação a todas as partes envolvidas", frisou.

A quatro meses dos Jogos Paris2024 -- a qualificação do triplo está marcada para 07 de agosto e a final dois dias depois --, Pichardo está ausente dos Campeonatos do Mundo em pista coberta, que arrancam na sexta-feira em Glasgow, por lesão, mas também por não estar inscrito na FPA, ficando afastado da luta por um título que ainda lhe escapa, já que foi segundo em Belgrado2022.

"A única informação atualizada que o COP tem é a clínica. O atleta está a ser acompanhado por um fisioterapeuta do Centro de Alto Rendimento do Jamor e há uma limitação física, cuja expectativa é que esteja superada para estar em condições de participar, ao mais alto nível, nos Jogos Olímpicos. O atleta já assumiu isso, mas, antes ou ao mesmo tempo, é preciso resolver o problema da filiação desportiva", rematou Constantino.

Recomendados para si

;

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório