Meteorologia

  • 20 ABRIL 2024
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 23º

Sporting-Benfica: Não se poupem. Hoje é dia de estourar o quadro elétrico

O Estádio de Alvalade vai estar repleto para assistir ao dérbi eterno.

Sporting-Benfica: Não se poupem. Hoje é dia de estourar o quadro elétrico
Notícias ao Minuto

07:44 - 29/02/24 por Notícias ao Minuto

Desporto Antevisão

Sporting e Benfica defrontam-se, esta quinta-feira, a partir das 20h45, no Estádio de Alvalade, num duelo relativo à primeira mão das meias-finais da Taça de Portugal.

As duas equipas já se defrontaram por uma ocasião no decorrer desta temporada, com as águias a operarem a cambalhota, já nos descontos, em pleno Estádio da Luz, por 2-1, com golos de João Neves e Tengstedt. Recordar que também no encontro imediatamente antes, já em Alvalade, na temporada anterior, João Neves carburou um dos tentos frente aos leões.

No Estádio José Alvalade, os leões têm a vantagem nos duelos contra a equipa de Roger Schmidt: 73 triunfos em 151 partidas, enquanto encarnados têm 46 triunfos.

Tendo em conta apenas a Taça de Portugal, em 37 encontros observamos que aconteceram 19 vitórias para o Sporting, dois empates e 16 vitórias para o Benfica.

Treinadores em discurso direto

Rúben Amorim

Inexperiência em relação ao Benfica? "Falei da experiência no primeiro ano, porque éramos completamente inexperientes. Falei um bocadinho na época a seguir porque entrámos em competições europeias e campeonato mais ou menos com a mesma base. Hoje não estamos nesse patamar. Errámos, temos errado e temos sofrido por erros nossos, e os erros não podem ser atribuídos à inexperiência. Às vezes são azar, outras vezes somos nós que os provocamos, ou porque estamos desconcentrados, ou porque não damos o máximo ou porque temos de recuperar defensivamente todas as bolas a 100 por cento, porque às vezes um remate dá golo. Essa cartada não vai entrar aqui. Somos grandinhos o suficiente para ganhar estes jogos e para não perder jogos onde há poucas oportunidades. Temos de melhorar em certos aspetos do jogo."

Mensagem diferente em relação ao outro jogo? "Há coisas que acontecem, às vezes são melhores que nós, acho que este ano não foi o caso, mas não tivemos inexperiência. Inácio foi expulso por dois erros da nossa equipa, poderíamos ter evitado. Temos de entender o jogo a cada momento. Não podemos ficar com menos um jogador, não podemos estar sempre tranquilos, porque de repente o Rafa agarra na bola e consegue disparar, a forma que pressionamos João Mário não é a mesma do Rafa. Tudo isso requer muita concentração em todos os momentos. Se calhar somos a equipa que recebe menos ataques e remates e temos sofrido mais golos do que outras equipas. Temos de crescer nesse aspeto e continuar a marcar golos."

Linha ténue entre insistir e dar confiança? Aposta em Adán ou Franco Israel para a Taça? "É o dilema de todos os treinadores, andamos nesse equilíbrio. Não é não deixar cair os jogadores, é quando eu acredito que é o melhor para o plantel, continuo a apostar mesmo que as pessoas achem que não. Porque eu conheço o plantel, sei as opções que tenho, entendo o momento e sei a dinâmica que existe dentro do grupo. Eu tento gerir dessa forma, o meu principal objetivo é ganhar jogos. Tento ser justo, porque se eu estiver a ajudar demais um jogador, e isso pode acontecer, porque eu acredito, estaria a prejudicar outro. E eu não prejudico nenhum jogador em prol do outro, o que eu tento é ter esse equilíbrio. Por vezes não consigo, tenho plena noção de que nem sempre acerto e parto do princípio que posso estar errado. Agora, temos um jogo da Taça, quem tem sido titular é o Franco, vai jogar o Franco e depois logo fazemos a avaliação de jogo para jogo."

Roger Schmidt

Sporting: "Na minha opinião, o Sporting é uma equipa muito completa, com qualidades individuais, com um sistema bem definido e tem  jogadores muito bons para cada posição, o estilo de jogar encaixa no plantel, têm um treinador muito bom , estão em boa forma física e têm uma abordagem muito clara para cada jogo. É por isso que estão a jogar muito bem, de forma perigosa quando atacam. Quando as equipas são fortes e conseguem vencer de forma consistente, até em jogos difíceis, é porque têm algo especial. É por isso que o Sporting está em boa forma esta época."

Acha que já fez o suficente para ficar na história do Benfica? "Para fazer parte da história de um clube como o Benfica, temos de ganhar títulos. No ano passado vencemos dois e queremos continuar a vencer, é isso que precisamos de continuar a fazer e é o que todos esperam de nós. Quando cheguei o Benfica estava numa situação difícil, todos juntos tentámos mudar a situação. Há alguns anos que não ganhavam títulos e agora é completamente diferente. Estamos a falar de um plantel novo, com algumas exceções como João Mário e Rafa, mas os restantes jogadores são novos. A Academia tem contribuído com jogadores importantes e outros que são opção como suplentes. O valor dos jogadores para vendas futuras é muito bom, o último ano e meio foi muito positivo, estamos num bom caminho. Já conseguimos vencer títulos e no ano passado fizemos uma boa época, a nível nacional e internacional. Acho que o Benfica atravessa um bom momento."

Kokçu pode ter maior rendimento a jogar em posições mais avançadas? "Acho que temos diferente opções e no meio-campo já mudámos várias vezes. No nosso sistema temos médios ofensivos em posições intermédias e temos outros médios com maior liberdade de movimento, e também a possibilidade de termos um segundo atacante. Temos variadíssimas opções e, desde que estou aqui, é verdade que algumas posições têm maior liberdade e o Kokçu é muito bom entre linhas e também acho que esta liberdade de movimento é muito positiva para o Kokçu, para que ele seja decisivo em campo. Mas acho que também já jogámos com o Kokçu juntamente com o João Neves, também com Aursnes e João Mário e também fomos bem-sucedidos, agora o João Mário jogou os últimos dois jogos como médio centro. No final de contas é uma questão de encontrar um equilíbrio no plantel. Também depende da forma física dos jogadores, eu tento encontrar a melhor abordagem para cada jogo. O Rafa também pode jogar como avançado centro, já o demonstrou noutros jogos, ele sente-se muito bem nessa posição e isso dá-nos novas opções não só no início, mas também durante o jogo quando é necessário fazermos algumas alterações. Tentamos fazer algo de diferente, queremos ser imprevisíveis e queremos ter diferentes opções para tornar as coisas mais difíceis para o adversário." 

Últimos resultados

Sporting: E-E-V-V-V

Benfica: V-E-V-V-E

Últimos onzes

Sporting: Antonio Adán, Ousmane Diomande, Sebastián Coates, Gonçalo Inácio, Geny Catamo, Hidemasa Morita, Morten Hjulmand, Nuno Santos, Francisco Trincão, Viktor Gyökeres, Pedro Gonçalves.

Benfica: Anatoliy Trubin, Alexander Bah, António Silva, Nicolás Otamendi, Fredrik Aursnes, Orkun Kokçu, João Neves, Ángel Di María, João Mário, David Neres, Rafa Silva.

Ausências

Sporting: Inácio e Trincão.

Benfica: Juan Bernat.

Leia Também: Liga confirma jogos de Benfica e Sporting em dia de eleições

Recomendados para si

;

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório