Meteorologia

  • 03 MARçO 2024
Tempo
12º
MIN 9º MÁX 16º

De 'Mamma mia' a 'afflizione'. Italianos assustam e Benfica faz contas

Águias ainda não somaram pontos na Liga dos Campeões e já só podem lutar por um lugar na Liga Europa, mas o histórico caseiro diante dos transalpinos já conheceu melhores dias.

De 'Mamma mia' a 'afflizione'. Italianos assustam e Benfica faz contas
Notícias ao Minuto

07:23 - 28/11/23 por Miguel Simões

Desporto Liga dos Campeões

Sem pontos somados em nenhum dos quatro duelos europeus, o Benfica entrará para a penúltima jornada do grupo D da Liga dos Campeões ainda a lutar por uma vaga na Liga Europa, sendo que a receção ao Inter, esta quarta-feira, poderá ser decisiva nessas contas.

Não se perspetiva vida fácil para o Benfica, não só pelo poderio do adversário, como pela dependência daquilo que o Salzburgo poderá fazer no reduto da Real Sociedad, antes do confronto direto, na Áustria, na derradeira ronda da fase de grupos. Além de tudo isso, as águias sabem que o histórico caseiro diante dos italianos já conheceu melhores dias.

Na mente de muitos benfiquistas ainda estará, certamente, a derrota frente ao Inter, na Luz (0-2), nos 'quartos' da Liga dos Campeões da temporada passada, sendo que, antes disso, o conjunto de Milão só tinha visitado o Estádio da Luz por uma ocasião, com um empate (0-0) no acesso aos 'quartos' da Taça UEFA, em 2003/04. O desfecho foi o mesmo em ambas as eliminatórias, decididas em Milão, ditando o afastamento das águias.

Se ampliarmos o histórico a todas as equipas italianas que visitaram o reduto do Benfica, regista-se um total de sete vitórias para as águias, quatro empates e cinco derrotas, com diferenças entre o século passado e o atual.

Com um registo 50% vitorioso antes de 2000 (inclusive), o Benfica bateu Juventus (2-0 em 1967/68 e 2-1 em 1992/93), Sampdoria (2-0 em 1985/86) e Parma (2-1 em 1993/94), empatou diante de AS Roma (1-1 em 1982/83) e AC Milan (0-0 em 1994/95) e vacilou perante AS Roma (0-1 em 1990/91) e Fiorentina (0-2 em 1996/97).

Já no presente século, as águias somaram tantos triunfos quanto derrotas, acumulando, ainda, duas igualdades. Apesar de se ter superiorizado a Napoli (2-0 em 2008/09) e Juventus (2-1 em 2013/14 e 4-3 na época transata), o Benfica concedeu desaires diante de Lazio (0-1 em 2003/04), Napoli (1-2 em 2016/17) e Inter (na temporada passada), além das igualdades diante diante dos rivais de Milão (0-0 frente ao Inter em 2003/04 e 1-1 diante de AC Milan em 2007/08).

Por todos estes números, o histórico contra transalpinos a jogar em solo português é também um fator a ter em conta no duelo desta quarta-feira, mas atenção... não é o único.

Notícias ao Minuto Encarnados perderam em Milão, na segunda jornada, por 1-0. Haverá espaço para a vinga© Getty Images  

Novo 'tropeção' poderá ser comprometedor

Os encarnados eram apontados como favoritos a passar aos 'oitavos' da Liga dos Campeões, juntamente com o Inter, quanto muito não fosse pela entrada na prova por via do pote 1, mas a verdade é que o conjunto de Roger Schmidt não soube contornar as dificuldades impostas pelos seus adversários e acabou por averbar quatro desaires, com o registo de um golo marcado e sete sofridos.

Um triunfo diante do Inter deixa as águias em condições claras para discutir a 'escapatória' da Liga Europa, por via do terceiro lugar, diante do Salzburgo. Qualquer outro resultado poderá ser comprometedor caso os austríacos façam algo melhor que as águias, nesta quinta jornada.

Na eventualidade de se verificar um resultado melhor por parte das águias (vitória do Benfica e empate/derrota do Salzburgo ou empate do Benfica e derrota do Salzburgo), um triunfo da equipa de Roger Schmidt, na Áustria, garante a última vaga do pódio. No entanto, caso as duas equipas entrem para a última ronda separadas por três pontos, o Benfica terá de ambicionar um triunfo confortável na deslocação ao reduto do Salzburgo, superior àquilo que os austríacos conseguiram na Luz (0-2, na jornada inaugural).

É caso para dizer que o Benfica passou de um registo de 'Mamma mia' para uma total 'afflizione' (aflição) entre uma temporada europeia e a outra, após ter passado em primeiro lugar há sensivelmente um ano, à frente de Paris Saint-Germain, Juventus e Maccabi Haifa. A mesma transição também se aplica ao mais recente registo caseiro diante de equipas italianas, assim como às ambições de quem partiu do primeiro pote e se encontra na última posição do grupo... sem pontos. Haverá tempo e espaço para mudança no 'reinado' da Luz? A ver vamos...

Leia Também: Benfica desvalorizado antes da receção ao Inter: "Não parece muito forte"

Recomendados para si

;

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório