Meteorologia

  • 22 MAIO 2024
Tempo
19º
MIN 13º MÁX 21º

Recorde o dia em que Portugal empatou no Liechtenstein

Portugal regressa quinta-feira ao Liechtenstein, onde viveu um dos momentos mais 'chocantes' da sua história, quando no seu último jogo oficial em Vaduz empatou a dois golos com a seleção local, a caminho do Mundial2006 de futebol.

Recorde o dia em que Portugal empatou no Liechtenstein
Notícias ao Minuto

08:48 - 14/11/23 por Lusa

Desporto Curiosidades

A seleção nacional acabaria por marcar presença na Alemanha, tendo mesmo alcançado as meias-finais do Campeonato do Mundo, mas deixou uma marca bem negativa na qualificação, quando se deixou empatar perante uma das equipas mais frágeis do futebol europeu.

Ao todo, sem surpresa, o registo de Portugal perante o Liechtenstein é completamente avassalador e, até setembro deste ano, a equipa do principado tinha o 'estatuto' negativo de ter sofrido a maior goleada da história lusa (8-0), algo que agora passou para o Luxemburgo (9-0).

Mesmo assim, a seleção nacional, já qualificada e com o Grupo J conquistado, vai regressar pela primeira vez ao Rheinpark Stadion desde 2004, em jogos oficiais, ano em que acabou 'humilhada' por um grupo de jogadores amadores e pela sexta nação mais pequena do mundo.

Pelo meio, em 2009, Portugal ainda fez um particular em Vaduz que venceu por 3-0, com um 'bis' de Hugo Almeida e um golo de Raúl Meireles.

Com Scolari no comando, e com a marca de vice-campeão europeu, Portugal viajou para o Vaduz com uma goleada esperada, num grupo de apuramento para o Mundial2006 em que tinha com principais rivais a Rússia e a Eslováquia.

Contudo, a data de 09 de outubro de 2004 acabou por ficar registada no capítulo dos jogos mais 'chocantes' da seleção nacional, que nessa altura tinha nomes como Ricardo Carvalho, Deco, Pauleta e Cristiano Ronaldo, que deverá marcar presença, 19 anos depois, no Rheinpark Stadion.

Ao intervalo, estava tudo 'normal', com Portugal a vencer por 2-0, com golos de Pauleta, aos 23 minutos, e de Daniel Hasler, aos 39, nas própria baliza, mas a segunda parte foi 'negra' para o lado luso.

Primeiro, Paulo Ferreira, com um corte defeituoso, isolou Franz Burgmeier, que reduziu a diferença, aos 49 minutos, e Thomas Beck, aos 76, fez o empate num livre de longa distância, num lance com muitas culpas para o guarda-redes Ricardo.

Quatro dias depois, Portugal acabou por 'esmagar' a Rússia por 7-1, em Alvalade, e, mais tarde, terminou o Grupo 3 no primeiro lugar e com larga vantagem de sete pontos sobre russos e Eslováquia.

Leia Também: Portugal tenta nona vitória com possíveis estreias e regressos

Recomendados para si

;

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório