Meteorologia

  • 26 FEVEREIRO 2024
Tempo
12º
MIN 10º MÁX 14º

Luz, 'salão de festas'? Roger Schmidt tem um aliado para acabar com fama

Avançado português é o único elemento que esteve presente na última vitória do Benfica, em casa, frente ao rival FC Porto. De suplente utilizado com Rui Vitória a indiscutível com Roger Schmidt, cinco anos depois, Rafa tenta acabar com longo jejum de vitórias.

Luz, 'salão de festas'? Roger Schmidt tem um aliado para acabar com fama
Notícias ao Minuto

08:01 - 27/09/23 por Francisco Amaral Santos

Desporto Benfica

O Clássico da Luz, entre Benfica e FC Porto, acontece já depois de amanhã, sexta-feira, e, na mente de Rafa Silva, estará a última vez em que as águias conseguiram derrotar o rival em casa. Foi há quase cinco anos, em outubro de 2018, que a formação então orientada por Rui Vitória batera os dragões de Sérgio Conceição graças a um golo solitário de Haris Seferovic, apontado aos 62 minutos. Desde então, registaram-se, na Luz, um empate e três vitórias do FC Porto, com contornos decisivos pelo meio. Curiosamente, Rafa Silva é o único a resistir à revolução imposta pelo tempo (e não só).

De todos os 28 jogadores (14 do Benfica e outros tantos do FC Porto) que estiveram em ação nessa partida, em 2018, apenas o avançado português é o único que agora poderá disputar este novo Clássico. De resto, todos os outros jogadores saíram da Luz e da Invicta, com mais ou menos sucesso. 

Um deles até saiu na reta final do mercado de transferências de verão. Trata-se de Odysseas Vlachodimos, que, ao contrário de Rafa, até foi titular na última vez que o Benfica venceu o FC Porto, na Luz. O avançado português apenas foi a jogo aos 58 minutos, entrando para o lugar de Franco Cervi. 

Notícias ao Minuto Rafa Silva a receber indicações de Rui Vitória antes de ir a jogo. © Getty Images  

Do outro lado, apenas Sérgio Conceição se mantém no cargo, contando, agora, com uma equipa totalmente renovada. No entanto, tal como as águias, o último elemento a sair foi Otávio, que rumou a Arábia Saudita para jogar no Al Nassr, de Cristiano Ronaldo e Luís Castro. 

Cinco anos separam, assim, o Benfica da última vitória caseira perante aquele que tem sido o adversário mais direto nas últimas temporadas. Na época passada, em que se sagrou campeão nacional, as águias até estiveram a vencer na Luz, mas permitiram a reviravolta dos dragões, que reduziram distâncias na tabela classificativa, relançando a luta por um título que, antes do apito inicial, parecia já entregue aos encarnados. 

No ano anterior, em maio de 2022, o FC Porto foi até à Luz carimbar o título de campeão nacional, graças a um golo de Zaidu já no período de descontos. 

Não faltam, por isso, motivos para Roger Schmidt tentar acabar com o longo jejum de vitórias na Luz contra o FC Porto, tendo em conta que a presente temporada até arrancou a sorrir para as águias, com a Supertaça conquistada perante o mesmo adversário, numa final disputada... em Aveiro. Para tal, o treinador alemão contará, com toda a certeza, com Rafa para ajudar a domar novamente o Dragão na Luz. 

Total de 118 embates entre Benfica e FC Porto na Luz 

Competição Vitórias Benfica Empates Vitórias FC Porto
I Liga 43 27 19
Taça de Portugal 10 2 1
Supertaça 5 2 4
Taça da Liga 1 0 0
Campeonato de Portugal 3 0 1
TOTAL 62 31 25

Leia Também: Toni recebe alta hospitalar: "É um cartãozinho amarelo..."

Recomendados para si

;

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório