Meteorologia

  • 25 FEVEREIRO 2024
Tempo
14º
MIN 13º MÁX 18º

FIFA considera 'caso Rubiales' "a maior desgraça no mundo do futebol"

Fatma Samoura avisa que "não se pode aceitar este tipo de comportamento".

FIFA considera 'caso Rubiales' "a maior desgraça no mundo do futebol"
Notícias ao Minuto

07:22 - 21/09/23 por Notícias ao Minuto

Desporto Espanha

A secretária geral da FIFA, Fatma Samoura, concedeu, esta quarta-feira, uma extensa entrevista à rádio espanhola Onda Cero, na qual lamentou a polémica que 'assombrou' a final do Campeonato do Mundo de futebol feminino.

Luis Rubiales deu um beijo consentido na boca a Jenni Hermoso, tendo acabado por se demitir de funções e sido obrigado a responder em tribunal. Como consequência, as jogadoras declararam um boicote total a La Roja, que acabaram por levantar, devido a um acordo alcançado com a Real Federação Espanhola de Futebol (RFEF).

"É positivo que, finalmente, haja um acordo entre as jogadoras e a Federação, mas também com o Conselho Superior de Desportos, para, finalmente, colocar ponto final nesta saga, que, para mim, foi a maior desgraça no mundo do futebol, porque não deixou Espanha gozar este sucesso no Mundial", começou por afirmar.

"Não se pode aceitar este tipo de comportamento no futebol, e não se pode aceitar numa sociedade como responsáveis do futebol. Temos de demonstrar respeito para com todos os jogadores, e também tratar os jogadores como iguais e como seres humanos que merecem o nosso respeito", acrescentou.

A terminar, Fatma Samoura fez questão de enviar uma mensagem a Jenni Hermoso: "Ela vai seguir em frente, vai demonstrar ao resto do mundo que, depois daquilo que aconteceu, tem a fé para continuar a jogar e a ganhar, acima de tudo, e desejo-lhe o melhor".

Leia Também: Luis Rubiales terá tentado forjar provas e coagir funcionária

Recomendados para si

;

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório